160 km de pedras, trilhas e desafios no segundo dia do Red Bull Minas Riders

Com trajeto em duas cidades diferentes, atletas percorrem o dobro da distância do primeiro dia do maior Hard Enduro da América Latina

Texto: Redação
Fotos: Divulgação

O segundo dia do Red Bull Minas Riders, que saiu de Belo Horizonte em direção a Ouro Preto, trouxe ainda mais desafios para os pilotos do que o primeiro dia de competição. Com 160 km, o percurso tinha o dobro da distância do dia anterior. Mesmo não sendo o melhor do dia, o espanhol Alfredo Gomez manteve a liderança na categoria Gold enquanto o mineiro Rigor Rigo continua liderando a busca pelo título na Silver.

Líder do primeiro dia de provas, o espanhol Alfredo Gomez pode escolher em qual posição largar no dia de hoje, e preferiu começar a prova atrás dos britânicos Graham Jarvis e Paul Bolton, como parte de sua estratégia. No entanto, durante o trajeto até a linha de chegada, caiu em um buraco e teve que ser auxiliado pelos pilotos que vinham em seguida. Com isso, não conseguiu ultrapassar Jarvis e ainda perdeu uma posição para o alemão Philipp Scholz, ficando em terceiro.

“Durante a manhã, achei que conseguiria ser mais rápido, mas não consegui porque cometi muitas falhas. Depois, caí em um buraco e não conseguia tirar a moto de lá, então tive que esperar o Philipp [Scholz] e o Lars [Enöckl] para eles me ajudarem. Mas fiquei mais tranquilo no final da prova e consegui terminar bem”, explicou Gomez.

Graham Jarvis conseguiu manter um ritmo bom durante todo o percurso e venceu o segundo dia, diminuindo a distância para o espanhol. “A primeira parte das trilhas foi relativamente fácil, mas depois da metade começou a ficar bem complicado. Tinha muita pedra solta, árvores um pouco escondidas, uma grama bem alta e isso dificultou muito para mim”, afirmou o britânico. “É uma prova que mistura o Red Bull Romaniacs e o Red Bull Roof of Africa, com terrenos secos e molhados ao mesmo tempo”, completou.

O mineiro Rigor Rico, por outro lado, não teve dificuldades em manter a sua liderança na categoria Prata. “A última metade da prova ficou mais difícil, mas tive mais um dia bom. Vou continuar a fazer o que estou fazendo por enquanto, porque está dando certo. Se eu chegar no último dia com uma boa vantagem, aí passo a administrar o resultado”, disse Rico.

Ainda restam dois dias de competições do Red Bull Minas Riders. Na terça-feira, dia 19, os pilotos largam às 6h30 em Ouro Preto, fazendo o percurso de volta para Belo Horizonte.

O Red Bull Minas Riders abre a temporada 2016 do Hard Enduro Series, que conta com as provas mais renomadas do mundo na modalidade. Além da etapa brasileira, a competição possui outras etapas mundiais: Hare Scramble (Áustria), Romaniacs (Romênia), 111 Megawatt (Polônia), Sea to Sky (Turquia) e Roof of Africa (Lesoto).

DEIXE UMA RESPOSTA