Boa gastronomia marca o restaurante Parque Antumalal em Pucón

Restaurante Parque Antumalal, em Pucón, serve pratos típicos do Chile com toque contemporâneo

Texto: Redação
Fotos: Divulgação

Chefs amadores ou profissionais e amantes da boa gastronomia vão se deliciar no Parque Antumalal, tradicional restaurante do Hotel Antumalal, em Pucón, no sul do Chile. Polvo selado, ragu de cervo, cordeiro patagônico, salmão defumado com merquén e caramelo de murtilla são alguns dos destaques do cardápio elaborado pela chef Maria Ignacia Lorca, conhecida como Maya.

A gastronomia do Parque Antumalal é um dos pontos altos do hotel, completamente integrado à natureza das Cordilheiras dos Andes. O cardápio combina a culinária centro-europeia com a tradicional do sul do Chile, com um toque contemporâneo. No cardápio, uma das entradas é o polvo selado com limão confit e alcaparras. Outras opções incluem ceviche de salmão com abacate e gengibre, tábua de queijos da região e salame de cervo.

Como prato principal, algumas das alternativas são sorrentinos de cebola caramelizadas com ragu de cervo na brasa, cordeiro patagônico com ratatouille e nhoque de polenta e salmão defumado com merquén – uma especiaria típica do povo mapuche. De sobremesa, não deixe de experimentar o flan de coco com leite condensado e caramelo de murtilla, um fruto vermelho nativo do Chile.

Uma das preocupações da Maya, restaurateur e chef desde 2007, com experiência em diversos estabelecimentos do país, é a valorização de ingredientes frescos, típicos da região, muitos dos quais cultivados em horta própria. Além de nutrir o corpo, a profissional acredita que sua culinária deve despertar sentimentos e ser uma experiência memorável.

Vale ressaltar que o Restaurante Parque Antumalal foi inaugurado em 1950 e é um dos mais tradicionais de Pucón. Ficou famoso por suas “kuchenes” (tortas alemãs), apreciadas por visitantes de todas as partes do mundo.

Mais informações podem ser obtidas em www.antumalal.com ou com as melhores operadoras e agências de turismo brasileiras.

DEIXE UMA RESPOSTA