CB 400: Paixão à primeira vista

Motocicleta foi lançada nos anos 1980 e conquistou uma legião de fãs

Texto: Guilherme Derrico
Fotos: Flickr/Gipiosio/Flickr/Bayernernst

Honda CB 400

Apaixonante! Essa é a palavra que vem à mente quando falamos da Honda CB 400, motocicleta escolhida pela Revista Moto Adventure para a seção “Motos que marcaram época” de hoje.

Lançada nos anos 1980, o modelo da máquina tinha uma mecânica privilegiada para o período. Oferecia potência de 44 cv a 9.500 rpm, com torque máximo de 3,2 m.kgf a 8.000 rpm, levando a moto a uma velocidade máxima próxima a 160 km/h e aceleração de 0 a 100 km/h em 7 segundos.

Contava, também, com motor de dois cilindros paralelos, quatro tempos, refrigeração a ar e dois carburadores de 32mm, além de 3 válvulas por cilindro, duas para admissão e uma para escapamento.

De acordo com o motociclista Laertes Torrens Filho, a CB 400 é um verdadeiro ícone do motociclismo brasileiro. “A CB 400 foi um marco na história nacional. A moto era forte como um trator e passava por vários desafios, inclusive no barro. Quem tinha uma dessa era considerado um motociclista de bom gosto. Fabricação nacional de primeira linha, tanto é que existem muitas rodando até hoje nas cidades e nas estradas também”, diz Laertes.

Confira a última edição da sessão “Motos que marcaram época” com a Buell.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA