O piloto de motocross 36 anos foi encontrado morto na noite de quinta-feira (27/01) e ainda não se sabe a causa, mas não foi acidente

Uma tragédia foi registrada durante o Rally Cerapió. O piloto Daniel dos Santos, de apenas 36 anos, foi encontrado morto ao lado de sua moto na noite de quinta-feira (27/01). Ainda não se sabe a causa, mas não foram encontrados sinais de violência nem de acidentes. A moto do piloto estava em pé, ao lado do corpo, sem danos.

A organização do Rally divulgou a seguinte nota no Instagram:

“É com muita tristeza que o Rally Cerapió lamenta o falecimento do piloto Daniel Santos nesta quinta-feira (27/1), em uma área de trilha no distrito de Ubatuba, no município de Granja (CE), divisa com o estado do Piauí.

Daniel Santos era empresário, tinha 36 anos e morava na cidade de Nova Venécia (ES). O piloto foi encontrado deitado, com causas da morte ainda não identificadas. Não havia sinais de violência no corpo nem de acidente ou de possíveis crimes. A moto foi encontrada em pé, com o capacete ao lado.

Família, amigos e companheiros de esporte, recebam toda nossa solidariedade e força nesse momento. Todo o Rally Cerapió está de luto. Seguimos a disposição para prestar toda a assistência necessária.”

Devido ao incidente, a organização do Rally cancelou a última etapa do evento que seria realizada hoje (28/01). Em relação ao evento, divulgaram a nota à seguir:

“A organização do Rally Cerapió 2022 decidiu cancelar a última etapa do evento, previsto para esta sexta-feira (28/1), que seria realizado entre Parnaíba (PI) e Barreirinhas (MA). Até o momento, o piloto de moto Daniel Santos, de 36 anos, da cidade de Nova Venécia (ES), que participava da competição, segue desaparecido desde quarta-feira (26/1), quando não retornou da trilha.


Sendo assim, a organização tem deslocado todas as equipes de resgate, desde às 23h de ontem (26), para os locais das buscas na região de Viçosa, Buira, Juá dos Vieiras, Padre Vieira, Cocal, Brejinho, entre os estados do Ceará e Piauí, locais por onde o evento passou. Com isso, não há clima entre os competidores, organização, nem condições físicas do time de resgate para dar sequência ao evento.

Mais informações sobre a decisão da competição serão definidas em breve e divulgadas em um novo comunicado.

Para a modalidade motos, o Rally Cerapió é uma competição de enduro de regularidade, na qual o piloto realiza um trajeto de um ponto a outro, em um percurso previamente levantado pela organização e informado ao competidor através de uma planilha. Geralmente, esse tipo de prova tem duração entre seis e dez horas. Ao terminar a etapa, o participante entrega seu GPS para a apuração. É através desse sistema que é verificado o percurso feito pelo piloto e definido o vencedor de acordo com a regularidade estabelecida pela planilha. Como há situações de quebra de equipamento, quedas, entre outras ocorrências, é comum os competidores aguardarem os processos de resgate e demorarem para voltar para o local da chegada.

Toda a caravana do Rally Cerapió continua totalmente dedicada em encontrar Daniel Santos. A procura pelo piloto seguiu durante esta quinta-feira (27/1) o dia todo, por diversas vezes através das trilhas oficiais da competição e também em áreas fora da prova. A operação conta com o apoio da Secretaria de Segurança do Estado do Ceará, que enviou bombeiros, policiais militares e civis, Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) e canil para auxiliar nas buscas, além das comunidades locais envolvidas que se solidarizaram com a situação. A organização presta atendimento em tempo integral à família do piloto que está no evento.”

Moto Adventure, a Revista dos Melhores Motociclistas

Let’s Go Together!