Detran.SP alerta sobre a importância da formação do futuro condutor

Ação que marca o Maio Amarelo é baseada em levantamento que aponta que 94% dos acidentes com vítimas fatais são causados por falhas humanas, como desatenção e imprudência

Texto: Redação
Fotos: Diuvlgação/Detran.SP

#FocaNoTrânsito

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) promove neste mês, em parceria com o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, a campanha educativa #FocaNoTrânsito. A iniciativa faz parte do Maio Amarelo, cor que remete à atenção e, por isso, foi adotada internacionalmente para representar o mês voltado à segurança no trânsito. De acordo com relatório de 2015 da Organização Mundial da Saúde (OMS), 1,25 milhão de pessoas morrem anualmente por causa de acidentes viários.

#focanotrânsito
#focanotrânsito

Dados do Infosiga SP, banco de dados do Movimento, apontam que 94% dos acidentes com mortes são causados por falha humana, como imprudência e distração. A ação aborda quatro temas que levam para tais falhas e que poderiam, em sua maioria, ser evitadas: a utilização do cinto de segurança (também no banco de trás), a mensagem de que álcool e direção não combinam (que o motorista nunca deve beber antes de dirigir), o respeito aos limites de velocidade e a ideia de deixar o celular de lado enquanto estiver ao volante ou atravessando a rua.

VEJA TAMBÉM: 7 dicas para garantir uma pilotagem segura em dias de chuva.

Jovens em cena

Outro recorte do Infosiga SP mostra que os jovens foram as principais vítimas no trânsito paulista em 2016. Foram 898 óbitos entre pessoas com 18 e 24 anos, o que representa 18% do total de 5.727 mortes. Entre janeiro e abril deste ano, 281 jovens dessa faixa etária morreram em acidentes de trânsito.

Para que o futuro condutor tenha ciência de que essas atitudes podem gerar acidentes que, em muitos casos, levam à morte ou deixam graves sequelas, o Detran.SP ressalta a importância do aprendizado com consciência e respeito. Para isso, é necessário ter uma formação baseada com muita atenção às aulas teóricas e práticas.

“É muito importante que o novo motorista tenha em mente que a carteira de habilitação é um documento que traz muita responsabilidade. Dirigir é um ato sério e veículos podem se tornar armas se não forem conduzidos de forma consciente. O compromisso do Detran.SP no Maio Amarelo é conscientizar os cidadãos para que tenhamos um trânsito mais seguro. A formação do condutor é a base da segurança viária”, pontua Maxwell Vieira, diretor-presidente do Detran.SP.

VEJA TAMBÉM: Procedimentos para a condução segura de grupos motociclísticos nas estradas.

Início do processo de habilitação

Para se habilitar e estar apto a conduzir um veículo, o cidadão precisa contratar um Centro de Formação de Condutores (CFC), a chamada autoescola. Em linhas gerais, a função do CFC é ensinar o candidato a dirigir e ajudá-lo a obter a permissão para dirigir (primeira habilitação).

Inicialmente, o Detran.SP recomenda que o candidato pesquise antes de escolher o estabelecimento e verifique se o local é credenciado e está regular. A consulta pode ser feita no portal www.detran.sp.gov.br na área “Parceiros”. Está disponível, também, um tutorial completo sobre como obter a permissão para dirigir, acessível diretamente pelo link.

VEJA TAMBÉM: Trips & Tips – Dicas de Pilotagem: motos de baixa cilindrada.

Aulas teóricas e práticas: a base da formação de um condutor consciente

Pela legislação federal de trânsito, o processo de habilitação prevê a realização de exame médico e avaliação psicológica, 45 horas de aula teórica, prova teórica e 25 horas de aulas práticas de direção veicular para a categoria B (carro), sendo cinco no período noturno. No caso da categoria A (moto), são 20 horas de aulas práticas, com quatro noturnas.

Para estudar para a prova teórica, os candidatos à habilitação podem utilizar o simulado que o Detran.SP disponibiliza no portal www.detran.sp.gov.br, em seu  aplicativo para tablets e smartphones e em sua página oficial no Facebook (www.facebook.com/detransp). O banco de questões é o mesmo utilizado no exame. Por fim, é preciso fazer exame prático de direção na categoria pretendida.

Durante esse período, entre as aulas práticas e teóricas, é que o Detran.SP  orienta que os candidatos tenham total atenção para que, no futuro, sejam condutores conscientes. É nesse momento que os profissionais ensinarão as noções teóricas de legislação de transito, primeiros socorros, direção defensiva, mecânica básica de veículos e questões ambientais. A segurança no trânsito depende da importância e do interesse do condutor em realizar todas as etapas e jamais aceitar dispensa de aulas e exames.

“O candidato à habilitação não pode aceitar que o CFC contratado ofereça facilidades como apenas colocar as digitais no início e no fim do horário da aula ou pagar para poder ser aprovado no exame prático. Isso é crime. Fazer todas as aulas é um direito e um dever do aluno”, ressalta Maxwell.

VEJA TAMBÉM: Mulheres pagam meia entrada no Curso de pilotagem da Abtrans.

VEJA TAMBÉM: Ducati confirma novos cursos de pilotagem para 2017.

VEJA TAMBÉM: MotoAtacama abre inscrições para Curso de Pilotagem Off-road para Big Trails.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA