É lançada a Copa Dihally Baja Amazônia

Competição visa dar espaço para novos pilotos locais e fazer com que os mais experientes permaneçam na ativa

Texto: Redação
Fotos: Divulgação/José Carlos Duarte/Copa Dihally Baja Amazônia

A Copa Dihally Baja Amazônia, que nasce de uma iniciativa da Dihally Radical Esportes em parceria com a Sussuarana Racing, empresa responsável pela Alagoas Cup, chega ao cenário do rally nacional com grandes expectativas.

A competição vai de encontro ao anseio de pilotos do estado da Amazônia, que buscavam participar de provas de rally de velocidade, até então inexistentes na região. O objetivo da Dihally é trazer novos adeptos ao esporte e dar condições aos pilotos locais de se manterem na ativa e sempre preparados para competir. A expectativa para a temporada 2017 é de um grid médio de 35 a 40 veículos por etapa, com uma previsão de crescimento acima de 30% a cada ano.

A Copa é aberta para motos, quadriciclos e UTVs, nacionais ou importados, divididos por categorias, conforme os regulamentos e normas da CBM e da FIM. O roteiro é no formato Bajas, com placas de sinalização informando a direção correta e os pontos de perigo do trajeto, que dispensam o uso de planilhas de navegação. As provas serão no estilo Cup, com três baterias de velocidade em circuito fechado, em pista com extensão de 17 a 22 km.

Serão quatro etapas ao longo do ano e a primeira delas acontece nos dias 29 e 30 de abril, na Fazenda Rio Vermelho, no km 28 da BR-174, em Manaus.

As categorias variam de acordo com o veículo e experiência do piloto. Em todas elas, o apoio mecânico será liberado entre as baterias. Cada competidor conquistará pontos de acordo com sua classificação em cada volta, o primeiro colocado ganha 20 pontos, o segundo 17, o terceiro 15, o quarto 13, o quinto 11 e, a partir daí, sempre decrescendo um ponto. Ao final de cada etapa, os competidores que somarem o maior número de pontos serão declarados campeões em suas respectivas categorias.

Para motos serão três categorias, de acordo com a procedência e potência do veículo e experiência do piloto. Nos Quadris são duas categorias englobando os veículos 4×2 e 4×4, uma até 420cc e outra acima desta potência.

Nos UTVs serão três categorias, de acordo com a potência do veículo, a Production para veículos até 900cc, a Superproduction para veículos até 1000cc e na Pró/Turbo estarão os veículos Turbo e os que não se enquadrarem nas outras categorias.

Inscrições e mais informações sobre a competição no site: http://dihally.com

Pré-Calendário 2017 – Copa Dihally Baja Amazônia

1ª Etapa – 29 e 30/abril – Manaus/AM

2ª Etapa – 24 e 25/junho – Boa Vista/RR

3ª Etapa – 23 e 24/setembro – local a confirmar

4ª Etapa – 09 e 10/dezembro – local a confirmar

* Datas e locais sujeitos a alterações.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA