Casal de aventureiros mantém empresa que presta serviços a motociclistas, como guia de viagens, transporte de motocicletas, dicas de roteiros e muito mais

Texto: Guilherme Derrico
Fotos: Divulgação

Help Bikers Transporte e Turismo de Motos

A Help Bikers Transporte e Turismo de Motos atua desde janeiro de 2013 com transporte exclusivo para motos. Em novembro de 2014, a empresa incluiu em seu portfólio o serviço de turismo sobre duas rodas. No menu de serviços prestados estão itens como: transporte/resgate de motos e apoio para grupos em toda a América do Sul, tours para os principais destinos almejados pelos motociclistas, tours personalizados para grupos de motociclistas e confecção de roteiros e apoio para montagem de viagens de moto. “Nossa empresa foi criada visando a necessidade de um serviço diferenciado, que já é consolidado no primeiro mundo”, diz Carlos Ritzel, um dos proprietários da empresa. “Somos pioneiros em transporte VIP, serviço exclusivo para motocicletas, e também somos a vanguarda em tours para clientes com pouco tempo e que desejam fazer grandes deslocamentos”, completa.

Uma das propostas da Help Bikers é proporcionar viagens para lugares distantes evitando perda de tempo em deslocamentos sem atrativos, trazendo, assim, uma maior segurança e comodidade para os clientes. “Contamos com um guia com mais de 30 anos de experiência em turismo de moto. Temos, também, veículo de transporte Mercedes Sprinter de última geração, com capacidade para seis pessoas e três motos, se necessário. Nossa estrutura oferece ainda uma carreta de transporte fechada, especialmente projetada para o transporte de até seis motos”, conta Nina Costa, também proprietária.

Cada destino, uma história

Carlos conta que nenhuma viagem é igual a outra. Por isso, se ele fosse falar de cada uma, teria material para escrever um livro. “Só para citar um relato, conhecemos um casal viajando sozinho, cada qual com sua moto, em meio à Patagônia. Os dois fizeram um longo trecho, classificado por eles como entediante. Quando explicamos o nosso trabalho, pediram algumas dicas que fornecemos com o maior prazer, afinal, isso faz parte da nossa jornada, sempre ajudamos os amigos motociclistas na estrada, independente de terem contratado ou não os nossos serviços. Nos encontramos na cidade seguinte, jantamos juntos e, ali, começou uma grande amizade. Trocamos contatos e seguimos viagem. No dia seguinte, recebemos uma ligação dos dois pedindo para fazer parte do grupo, que já estava formado,  pois queriam a certeza de fazer o restante da viagem com maior segurança e tranquilidade, o que foi aceito pelos demais. Assim, se tornaram grandes amigos e clientes fiéis até hoje”, conta.

Motociclismo na veia

Carlos Ritzel, de 52 anos, é formado em turismo para a América do Sul. Atualmente, trabalha como guia motociclístico, e isso já há 28 anos. O gaúcho tem 15 anos de experiência no ramo de transportes. Já sua esposa, Nina Costa, tem 32 anos, é consultora de negócios com experiência em empresas ligadas ao motociclismo e participante ativa de eventos motociclísticos há 13 anos. A aventureira é muito experiente em viagens pela América do Sul, eixo que percorre há pelo menos nove anos.

VEJA TAMBÉM: Viagem de moto para Botucatu (SP).

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here