Na cidade ou na estrada, Honda XRE 300 ABS 2019 é uma máquina que dá conta do recado!

TEXTO: TRINITY RONZELLA

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Fomos convidados para o lançamento da Honda XRE 300 ABS 2019 – e nossa curiosidade sobre a novidade era grande! O que teria mudado? Cores? Modelos? Em uma quinta feira (dia 22 de novembro), nos dirigimos à sede da Honda, em São Paulo, nas proximidades do Shopping Morumbi. Levamos conosco nosso equipamento, pois rodaríamos com a motocicleta por alguns quilômetros.

Uma vez lá, nos deparamos com os quatro modelos da nova XRE. São duas versões base nas cores azul e cinza metálicos, por R$ 18.200,00, e mais duas – Rally (vermelha) e Adventure (verde com detalhes em laranja) – por R$ 18.690,00 (os preços não incluem o frete). As diferenças entre elas se resumem às cores e grafismos. No mais, são motos iguais.

MUDANÇAS

No que se refere às mudanças, os freios deixaram de ser CBS e passaram a ser ABS, ou seja: não são mais combinados. Esta seria a mudança técnica da moto, cujo peso foi reduzido em mais de 5 kg. Ponto positivo! As demais alterações que mudaram a “cara” do modelo começam pelas luzes: além do novo visual do farol, todas elas são em LED, sendo faróis, lanternas e piscas. O tanque foi “encorpado”, o que melhorou a aerodinâmica da máquina.

A frente também foi reformulada. O bico está mais estiloso e “vazado”, o que confere um visual mais agressivo à moto. Na parte traseira, as hastes laterais ganharam um novo desenho. Depois de olharmos as motocicletas e recebermos um briefing sobre os produtos e o roteiro, era hora de enfrentar o trânsito e a estrada!

RODANDO NA CIDADE

Saímos da sede da Honda, localizada na Rua Dr. José Áureo Bustamante, e entramos na Avenida Roque Petroni Jr, no sentido do Aeroporto de Congonhas (SP). Até aí, tudo tranquilo: ruas largas e pouco movimento naquele horário. Foi bom para nos acostumarmos com os freios, embreagem e altura da moto. Em seguida, entramos na Avenida Washington Luiz, o que foi um teste de fogo!

Muito movimento, pouco espaço entre os carros – freia, acelera, vira para cá, vira para lá… foi assim até a Marginal Tietê. A motocicleta enfrentou o trânsito tranquilamente, com freios eficientes e ótima resposta do motor. Não é à toa que, segundo a FENABRAVE, na categoria Trail/Fun, a XRE 300 só perde em vendas no Brasil para outro modelo da Honda, a Bros 160. Isto mostra que a confiança no modelo continua em alta!

ENCARANDO A ESTRADA

Seguimos pela Marginal Tietê até entrarmos na Rodovia Ayrton Senna. Ali, já começávamos a relaxar e curtir mais a moto, pois a tensão do trânsito ficara para trás. A XRE desenvolve bem na estrada, mesmo estando no limite da via (120 km/h) – e se você acelerar mais, a resposta é eficiente! A posição das pernas está mais confortável, devido ao ganho de “corpo” na carenagem que envolve o tanque. Está mais aerodinâmico, abrigando melhor as pernas. Seguimos um bom trecho pela Rodovia Carvalho Pinto até entrarmos no sentido de Guararema (SP). Agora, iríamos sentir as curvas!

A moto continuava ótima – o conjunto permite exigir mais das curvas. O pneu Metzeler Enduro 3 Sahara foi mantido no modelo, transmitindo confiança. Muitas curvas depois, passamos pela entrada de Guararema e pegamos um trechinho de terra só para sentir a moto. Seguimos para a Estação Ferroviária de Luis Carlos (SP). Paralelepípedos secos e molhados nos conduziram até o nosso destino, finalizado com um saboroso almoço e bate-papo entre amigos.

CONCLUSÃO

A moto ainda é uma atração à parte! O novo visual deu um aspecto mais encorpado e aventureiro ao conjunto. Agora, é esperar por uma oportunidade de realizarmos o teste completo da máquina por meio de uma viagem de aventura. Em breve, falaremos mais sobre a Honda XRE 300 ABS 2019. Aguardem!

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Veja Também

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here