Indiana Munhoz (Pro) e Ton Kawakami (Stock) vencem na R3 Cup

Final de semana em Interlagos marcou a abertura da temporada

Texto: Guilherme Derrico
Fotos: Johanes Duarte

SuperBike Brasil

A abertura da temporada da R3 Cup aconteceu no último final de semana, em São Paulo, dentro do calendário do SuperBike Brasil, e reuniu na pista motocicletas R3 modificadas, na categoria Pro; e R3 de fábrica (sem alterações), na categoria Stock.

Os 10 pilotos da equipe Yamaha, que competem com motos iguais na Stock (elas são sorteadas na véspera do evento e garantem igualdade de equipamento para todos os competidores envolvidos) puderam contar com a estrutura Yamaha de boxe, mecânica e de tutores como Alan Douglas e Ton Kawakami, que com o fornecimento de informações precisas e a experiência de pista compartilhada, ajudam os jovens pilotos na busca por melhores resultados.

Alan é o chefe de equipe e contou que não foi fácil terminar a preparação para que tudo estivesse pronto para os pilotos. “Sempre sobra alguma coisa para ser feita de última hora. Por mais que a preparação de layout e o cronograma de atividades seja seguido, sempre tem algo ainda a ser feito. Quase atravessamos a madrugada finalizando as 10 motos e mais as reservas – com trocas de carenagem e escapamento – para deixar tudo perfeito para os treinos e a corrida. Foi o trabalho de toda uma equipe, mas é muito gratificante chegar na hora da largada e ver as motos e pilotos prontos para a disputa”, diz Alan Douglas.

E o resultado na pista valeu o esforço: a vitória na categoria geral e Pro foi de Indiana Pacheco, seguida por Ton Kawakami, que correu na categoria Stock, ou seja, com uma R3 sem preparação. “Isso mostra que a R3, mesmo sem alterações mecânicas, é uma motocicleta muito forte, resistente e rápida. Ton brigou até a bandeirada final pelo primeiro lugar. Nós ficamos à frente de muitos outros pilotos que disputam a temporada com R3 modificada. A temporada vai ser muito competitiva”, garante o chefe de equipe.

Foco na recuperação

Indiana largou na pole e após ocupar a 7ª posição durante a prova, fez uma bela corrida de recuperação. Ton foi o segundo colocado, seguido por Enzo Valentim Garcia (3º), Sandro Paganelli (4º), Niko Ramos (5º), Bruno Cesar Borges (6º), Sarah Conessa (7º), Kaywan Freire (8º), Davi Gomide (9º) e Bruno Gonzalez (10º).

No pódio da categoria Pro, além de Indiana, também ficaram Enzo Valentim Garcia, (2º), Sandro Paganell (3º), Bruno Cesar Borges (4º) e Sarah Conessa (5º).

Com a segunda posição geral, Kawakami confirmou a vitória na categoria Stock. Nico Ramos foi o segundo, seguido por Kawan Freire (3º) Davi Gomide (4º) e Bruno Gonzalez (5º).

A segunda etapa do calendário do Superbike Brasil acontece no dia 28 de maio, em Interlagos (SP).

DEIXE UMA RESPOSTA