Com exclusividade, apresentamos a nova Kawasaki Versys 1000. A motocicleta é repleta de atributos tecnológicos e possui um design impecável. Confira nossas primeiras impressões!

TEXTO: LAERTES TORRENS FILHO

FOTOS: EDGAR KLEIN

Pilotar a nova Kawasaki Versys 1000 é pura alegria! O modelo conta com motor de 4 cilindros em linha (DOHC) de 16 válvulas, refrigeração líquida, com 1043cc. Dispõe de 120 cavalos de potência e torque de 10,4 Nm, muito suave e elástico. A motocicleta é polivalente, capaz de enfrentar os desafios do dia a dia, aventuras e viagens com muito conforto e segurança. Tudo isso se estende ao garupa, que conta com excelente espaço, além do banco extremamente confortável.

O curso das suspensões dianteiras (invertidas) é muito eficiente e “copia” bem o asfalto esburacado de nossas estradas. O amortecedor traseiro é a gás e tem regulagem de retorno através de uma borboleta de fácil acesso. A ergonomia é ótima e oferece ao piloto uma condução elevada e cômoda. Gostei muito da posição de pilotagem. Ela é excelente e não obriga o condutor a ficar com as pernas muito flexionadas.

A embreagem da Versys é deslizante, ou seja, quando o manete é acionado, verifica-se que este comando está bem macio e não sentimos os solavancos que normalmente existem no escalonamento de marchas. O acelerador sem cabo é um item a ser destacado – é necessário prestar muita atenção quando sair acelerando, principalmente nas primeiras voltas. A resposta é extremamente rápida, pois o sistema “sem cabo” possui um sensor magnético que comanda as válvulas de aceleração eletrônica em um curto espaço de tempo.

Se observarmos os escapamentos, nota-se que a curva do escape está mais longa. Entre os quatro tubos (localizados dentro do escape) há uma ligação interna que já existia na versão anterior. Porém, esta foi atualizada, o que faz com que as respostas de aceleração nas baixas e médias rotações sejam mais rápidas. A máquina “voa” como se fosse o personagem dos quadrinhos “The Flash”. A bolha dianteira oferece regulagem de altura manual e, agora, está mais fácil de ajustar, pelo fato do acionamento estar do lado de dentro, diferentemente do modelo anterior, onde este dispositivo ficava do lado de fora.

Devido à minha estatura (1,70m), não senti nenhum tipo de turbulência, percebendo, assim, uma ótima proteção aerodinâmica. Aliás, nesse quesito de perfuração de vento, a Versys está muito acima de suas concorrentes diretas, visto que a engenharia da marca nipônica caprichou bastante e incluiu tudo o que há de mais moderno nesta motocicleta. Os japoneses usaram a mesma tecnologia utilizada na MotoGP, quando testes foram feitos no túnel de vento da fábrica para chegar a este resultado. Se vocês repararem no belo design da carenagem dianteira, irão verificar as aletas e spoilers, que são de vital importância para a pilotagem, fazendo com que a frente da máquina perfure o vento com o menor arrasto possível e grude o pneu dianteiro no asfalto, de forma que a moto alcance uma velocidade maior e, simultaneamente, torne-se mais estável.

Os freios são do tipo monobloco, com discos de 310 mm na dianteira (agora, fixados por pinças monobloco radial de 4 pistões opostos). Na traseira, o disco é de 250 mm, de pistão único. O modelo é equipado com sistema ABS KIBS (Kawasaki Intelligentanti-lockBrake System). As rodas são de 17” e vêm com pneus Bridgestone.

PAINEL

O novo painel da Versys 1000 conta com tela em LCD e apresenta um display negativo, com fundo preto e caracteres em branco, o que auxilia na geração das imagens. Dispõe de velocímetro digital e indicador de marcha, além de medidor de combustível, hodômetros, dual trip, consumo de combustível atual e médio, autonomia restante, ângulo de inclinação, temperatura do líquido de arrefecimento, temperatura do ar, relógio e indicadores de condução econômica e da central inercial (IMU), que monitora o movimento de inclinação realizado pelo piloto.

ELETRÔNICA EMBARCADA

Esta motocicleta vem com o chamado KCMF (Kawasaki Cornering Management Function), que é um pacote de gerenciamento total do motor e do chassi. Um dos destaques deste sistema é a possibilidade de o piloto acompanhar em tempo real tudo o que o chassi está fazendo. O programa também oferece informações sobre os pneus, que levam em consideração as alterações nas condições da estrada, do próprio pneu e das inclinações.

O KCMF monitora os parâmetros do motor e do chassi ao longo da curva (desde a entrada, passando pela tangente até a saída), controlando a força de frenagem e a potência do motor. Isso proporciona uma transição suave da aceleração para a frenagem e vice-versa e ajuda o piloto a traçar a linha pretendida através da curva.

            A nova Versys vem com sistema de piloto automático, o qual permite que a velocidade desejada seja mantida com o simples toque de um botão. Todas as lâmpadas disponíveis são em LED. Entre os detalhes, também podemos citar a tomada de 12V, bem como a capacidade do tanque, que é de 21 litros. A moto conta, ainda, com cavalete central.

KTRC (KAWASAKI TRACTION CONTROL)

O modelo possui controle de tração. São três modos que cobrem uma variedade de condições. O Modo 1 prioriza aceleração máxima, enquanto o Modo 2 oferece maior equilíbrio entre o desempenho da aceleração e a segurança do piloto. Para finalizar, o Modo 3 facilita uma condução mais suave em terrenos escorregadios. O piloto também pode optar por desligar o sistema.

“O lançamento da Versys 1000 2020 traz todas as inovações lançadas na linha de motos Kawasaki dos últimos três anos”, diz Alex Noé, chefe de serviço técnico da Kawasaki Motores do Brasil. “Melhorias significativas na iluminação, no painel, no conforto, na conveniência, na eletrônica e no motor favorecem ainda mais as conduções em baixa e média rotações. E pela primeira vez, foi introduzido o APS (acelerador eletrônico sem cabo). Mas, sem dúvida, um dos grandes atrativos é o novo visual da frente da moto, que conta com linhas mais agressivas e aerodinâmicas. Também houve a introdução da tampa lateral na cor da motocicleta, o que deu nova perspectiva ao perfil da Versys 1000”.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Veja Também