Com disputa eletrizante, GP da Catalunha é decidido no último momento; próxima etapa será na Holanda em 26 de junho

Da redação

O piloto Valentino Rossi superou Marc Márquez e embolou a classificação da MotoGP durante a etapa da Catalunha, em Barcelona, ocorrida no último final de semana. Após sete de 18 corridas, o espanhol da Honda superou Jorge Lorenzo na liderança, com 125 pontos contra 115. Com a segunda vitória na temporada, Rossi chegou aos 103 pontos e encostou nos dois.

Lorenzo tomou a ponta do pole Márquez logo no início da prova. Rossi, que havia saído da quinta posição, chegou à liderança do circuito faltando 20 voltas do fim (ao ultrapassar os dois espanhóis). Márquez assegurou o segundo lugar de Lorenzo, que foi caindo de desempenho até ser tocado por trás por Andrea Iannone. Os dois foram para fora da pista e deixaram a prova faltando nove voltas.

Diante da acirrada disputa, Rossi e Márquez apresentaram uma “luta” incessante pela vitória. O italiano segurou o rival por duas tentativas, mas na terceira não resistiu. Rossi deu o troco a duas voltas do fim, e com a moto mais estável conseguiu abrir vantagem que lhe deu a vitória. Dani Pedrosa ficou com a terceira posição.

O domingo de prova foi marcado também por homenagens ao espanhol Luis Salom, piloto da Moto2 que faleceu no treino da última sexta-feira, 3 de junho. No pódio, os pilotos usaram uma camisa preta escrita “Sempre em nossos corações”, em referência a Salom. O italiano da Yamaha foi vaiado pela torcida catalã, que esperava por uma vitória dos pilotos da casa. A próxima etapa do Mundial de Motovelocidade será na Holanda, Amsterdã, dia 26 de junho.

Se você quiser ficar por dentro de notícias internacionais de motovelocidade, resultados, previsões de apostas e muito mais, acesse aqui.

Jovem Salom e a bandeira vermelha

O piloto Luis Salom, da Moto2 (categoria de acesso da MotoGP), sofreu grave acidente no segundo treino livre para o GP da Catalunha. Faltavam 24 minutos para o fim da sessão quando o espanhol caiu a mais de 170 km/h, na curva 12, e permaneceu deitado na pista sem se mover. Em função da queda, a organização da prova ordenou bandeira vermelha e encerrou a sessão. Dois carros médicos, duas ambulâncias e um helicóptero foram imediatamente deslocados para o local do incidente. Porém, devido à gravidade dos ferimentos, a decisão tomada foi de transferi-lo de ambulância terrestre para o Hospital Universitário Geral da Catalunha.

A equipe SAG informou que, ao chegar ao hospital, o piloto foi submetido à cirurgia, mas “apesar dos esforços da equipe de traumatologia, faleceu às 16h55 locais (11h55 em Brasília)”.

Salom tinha 24 anos e começou a competir na categoria 125cc. Estreou no Campeonato Mundial em 2009, no Circuito de Jerez e subiu ao pódio 25 vezes – incluindo as nove vitórias no Mundial de Moto3. Terminou o campeonato de Moto3 de 2012 na segunda posição geral, tendo sido terceiro colocado no ano anterior. Em 41 corridas na Moto2, terminou entre os três primeiros por três vezes.

Veja a classificação completa da etapa:

1º Valentino Rossi (Yamaha) –  44:37.589

2º Marc Marquez (Honda) – 44:40.241

3º Dani Pedrosa (Honda) – 44:43.902

4º Maverick Viñales (Suzuki)

5º Pol Espargaro (Yamaha)

6º Cal Crutchlow (Honda)

7ºAndrea Dovizioso (Ducati)

8º Alvaro Bautista (Aprilia)

9º Danilo Petrucci (Ducati)

10º Jack Miller (Honda)

11º Hector Barbera (Ducati)

12º Stefan Bradl (Aprilia)

13º Eugene Laverty (Ducati)

14º Tito Rabat (Honda)

15º Michele Pirro (Ducati)

16º Scott Redding (Ducati)

17º Yonny Hernanzez (Ducati)

Não completaram: Andrea Iannone (Ducati), Bradley Smith (Yamaha), Aleix Espargo (Suzuki) e Jorge Lorenzo (Yamaha).

DEIXE UMA RESPOSTA