Riffel Motospirit alerta sobre alguns cuidados antes de pegar a estrada

Vai viajar no fim do ano? É hora de fazer a manutenção da sua moto. Confira algumas dicas de manutenção da Riffel

Texto: Redação
Fotos: Divulgação/Riffel/VGCOM

Já tem muita gente se programando para as tão sonhadas viagens de fim de ano. O trajeto, o lugar, a companhia, quase tudo já está planejado. Mas, para quem vai viajar de moto, é hora de fazer a manutenção e ver se a revisão está em dia. Qualquer problema com peça ou mal funcionamento pode acabar com a diversão e causar muita dor de cabeça. E nada de achar que é cedo para isso: é preciso tempo para verificar se está tudo em ordem, comprar as peças que precisam ser substituídas e agendar um tempo com o mecânico de confiança. Melhor se antecipar para garantir uma viagem tranquila.

Caso não se sinta seguro para fazer uma análise detalhada da moto, o motociclista deve procurar uma concessionária autorizada ou oficina especializada. Fundamental é sempre ter a motocicleta em plenas condições de uso, principalmente antes de trechos onde serão percorridos muitos quilômetros. Importante também é pesquisar e observar a qualidade das peças a serem utilizadas. “Nos preocupamos muito com a segurança dos motociclistas, por isso oferecemos produtos de alta qualidade para a manutenção das motos. Kits relação, câmaras de ar, amortecedores, caixas de direção e pedais de partida são alguns deles. Queremos que os motociclistas sigam até o seu destino e retornem com tranquilidade”, afirma Charles Koschnik, Diretor Comercial da Riffel Motospirit, empresa do segmento de moto peças e roupas de segurança para motociclistas.

Mesmo que a manutenção do veículo esteja em dia, seguindo o que diz o manual do proprietário, é importante analisar alguns itens para não ser surpreendido no caminho. Entre as dicas, a primeira é checar todo o sistema de iluminação. “Farol, lanterna e seta são componentes para serem vistos pelos demais veículos, é questão prioritária de segurança. Depois, verifique a folga da corrente e se está na hora de lubrificá-la para evitar danos. Se o pinhão ou a coroa estiverem desgastados, troque o kit relação por completo. Examine as pastilhas de freio; se estiverem com nível acentuado de desgaste, providencie a troca imediata”, sugere Koschnik.

Atenção também com a calibragem, que em geral muda se a motocicleta for ocupada por uma ou duas pessoas e também se tiver com bagagem ou não. “Siga rigorosamente as orientações fornecidas pelo fabricante, assim você trafega com mais segurança, economiza combustível e ainda minimiza as chances de desgaste incorreto dos pneus. Aproveite a parada no posto para encher o tanque e, claro, sempre que possível abasteça durante o trajeto para não ficar pelo caminho”, ressalta Koschnik.

Abaixo alguns itens básicos da Riffel que podem ser comprados pelo site www.riffel.com.br

– Kit Relação Titanium Fazer 150 – (Transmissão) Yamaha Fazer 150 (13-) 41Z X 14Z – c/ Corrente 428H X 126L.A coroa é produzida em aço 1045; todas as peças são usinadas em máquinas de CNC; o pinhão tem têmpera e a corrente tem modelo mais reforçado. As peças do kit Titanium são zincadas e ele é composto por uma coroa, um pinhão e uma corrente Riffel sem retentor.

Kit Relação Fazer 250 – (Transmissão) Yamaha Ys 250 Fazer (05-) 45Z X 15Z c/ Corrente Oring 428H X 132L.A coroa é produzida em aço 1045; todas as peças são usinadas em máquinas de CNC; o pinhão tem têmpera e a corrente Riffel tem modelo mais reforçado. É perfeito para as motos de baixa e média cilindrada e para os motociclistas mais exigentes. As peças do kit Top são zincadase ele é composto por uma coroa, um pinhão e uma corrente com retentor O’Ring, que proporciona menos ruído. 

Kit Relação Bros 160 – (Transmissão) Honda Nxr 160 Bros 48Z X 16Z (15-) – c/ Corrente 428H X 128L.A coroa é produzida em aço 1045; todas as peças são usinadas em máquinas de CNC; o pinhão tem têmpera e a corrente Riffel tem modelo mais reforçado. As peças do kit titanium são zincadas e ele é composto por uma coroa, um pinhão e uma corrente Riffel sem retentor.

Kit Relação CB 300 – (Transmissão) Honda Cb 300R (09-) 37Z X 13Z – c/ corrente 520H X 110L. A coroa é produzida em aço 1045; todas as peças são usinadas em máquinas de CNC; o pinhão tem têmpera, a corrente Riffel tem modelo mais reforçado. As peças do kit titanium são zincadas e é composto por uma coroa, um pinhão e uma corrente Riffel sem retentor.

Kit Relação DL-650 – (Transmissão) Suzuki Dl 650 V-Strom (07-16) 47Z X 15Z – com corrente EK 525H X 120L (118L). A coroa é produzida em aço 1045; todas as peças são usinadas em máquinas de CNC; o pinhão tem têmpera e as peças do kit Super Top são zincadas. Para motos de alta cilindrada, a linha EK O-Ring proporciona durabilidade de até 4x mais que uma corrente tradicional. A linha também reduz o ruído da corrente e mantém a lubrificação por mais tempo. O kit é composto por uma coroa, um pinhão e uma corrente EK.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA