Rinaldi reforça relacionamento com clientes em visitas e treinamentos

Treinamento Rinaldi

Equipe da fábrica gaúcha de pneus tem saldo positivo após ações em Santa Catarina, Paraná e Goiás

Texto: Redação
Fotos: Divulgação/Rinaldi

A Rinaldi reforçou o relacionamento com os seus clientes após uma série de ações pelo país nas últimas semanas. A equipe da fábrica gaúcha de pneus realizou treinamentos aos colaboradores da Comercial Bresciani, em Herval d’Oeste (SC), e da P Pneus, em Pato Branco (PR), além de visitas a parceiros em Goiânia (GO).

“Estar em contato direto com os clientes é uma busca constante da Rinaldi, por isso realizamos visitas frequentemente. Os treinamentos passaram informações importantes sobre os produtos e o mercado de pneus para as equipes de vendas dos parceiros. Durante as visitas, ainda temos a oportunidade de ouvir opiniões, sugestões e de esclarecer dúvidas”, explicou Sérgio De Paris, gerente comercial da empresa. Ele ministrou pessoalmente os treinamentos ao lado de Eliane Rigoni, do departamento de vendas da fábrica.

As ações em Santa Catarina e no Paraná foram realizadas nos dias 29 e 30 de setembro, nas sedes dos clientes. “A Comercial Bresciani é cliente da Rinaldi há mais de 20 anos e a P Pneus, com oito anos de parceira, também realiza um ótimo trabalho, tanto que tem crescido muito no mercado. A base do nosso relacionamento é a confiança e os treinamentos foram excelentes. Os vendedores tiveram muito interesse e ganharam ainda mais conhecimento sobre os pneus, o que também é muito bom para o cliente final”, finalizou De Paris.

Em Goiás, as visitas foram realizadas nos dias 7 e 8 de outubro pela analista de vendas Ines Franceschini e por Denise Missio, do marketing da Rinaldi, acompanhadas do representante Wânio Mariano. “O balanço das visitas traz ótimas perspectivas de negócios, ainda mais porque a fábrica apresenta leque variado de produtos e prazo eficiente na entrega”, disse Ines. A equipe esteve presente nas matrizes do Grupo AC Peças, da Loja do Borracheiro e da Moto Brasil, além das instalações da Casa do Borracheiro.

DEIXE UMA RESPOSTA