Com suas lindas paisagens, Guararema, no interior de São Paulo, é sempre um bom destino para os aventureiros de plantão

TEXTO: GUILHERME DERRICO

FOTOS: ALÍRIO GOMES/HONEYPOT

Curtir um passeio de moto no estilo “bate e volta” requer muito preparo físico e amor por aventuras. Sendo assim, eu (“tocando” uma CB Twister 2019) e meus amigos Fábio da Cruz Silvestre (com uma XRE 300) e Alírio Gomes (conduzindo uma CB 300 R) decidimos realizar essa façanha a bordo de nossos modelos da Honda. Nos encontramos em Guarulhos (SP) e, após um breve checklist, que envolveu a vestimenta e os equipamentos adequados, abastecemos as máquinas e discutimos o caminho a seguir. Decidimos ir pela Rodovia Dutra (SP-056), sentido Rio de Janeiro.

A pista está muito bem cuidada nesse trecho e, por isso, foi possível testar a velocidade das motocicletas ao extremo, ainda que respeitando os limites de cada via. Aprovamos a utilização das motos Honda neste percurso, pois são modelos econômicos e de pilotagem divertida.

MIRANTE

No dia da viagem, fazia muito calor, razão pela qual nos hidratamos tão logo chegamos ao destino: a Estação Ferroviária de Luis Carlos. O lugar é um ponto turístico muito conhecido e frequentado por pessoas de todos os estilos. Inaugurada em novembro de 1914, a região é tombada pelo município e seu nome deriva do Dr. Luís Carlos da Fonseca Monteiro de Barros, chefe do Segundo Distrito Ferroviário da Central do Brasil (que, na época, autorizou sua construção).

A cidade estava bastante movimentada e repleta de motociclistas. De Guarulhos até lá, o marcador de quilometragem apontou cerca de 172 km, ida e volta. Além das construções exóticas e bem preservadas, vale a pena subir ao Mirante, que fica 646 metros acima do nível do mar. A paisagem é linda e há uma lanchonete que oferece sucos e lanches. Ao retornar, trocamos um pouco as motos para sentirmos a diferença de cada uma.

Na Via Dutra, sentido São Paulo, após passarmos o pedágio, acenamos uns para os outros e cada um seguiu o seu caminho, com a sensação de dever cumprido e um gostinho de “quero mais”.

IMPRESSÕES DE PILOTAGEM

Guilherme Derrico: A Honda CB Twister 2019 é uma motocicleta de média cilindrada, mas que entrega muita força na saída. É econômica e ideal para o uso diário, mas também pode ser utilizada em viagens de curta duração. Gostei muito do desempenho e do conforto. Aprovada!

Fábio da Cruz Silvestre: Fiquei bastante tempo com a Honda XRE 300 e posso afirmar que é uma moto versátil e muito agradável. Devido à sua ergonomia, é fácil realizar ultrapassagens. Sobre Guararema, é uma cidade linda! Recomendo uma visita em qualquer época do ano.

Alírio Gomes: Já tive muitas motos e comprei a Honda CB 300 R na época do seu lançamento no Brasil. Os freios são seguros e a saída é forte. Neste roteiro, gostei particularmente das curvas infinitas que surgem antes de chegarmos à Estação Ferroviária de Luis Carlos, nas quais pude sentir todo o potencial da moto.B

Para saber detalhes históricos sobre a cidade, acesse o site da Prefeitura: http://www.guararema.sp.gov.br/463/turismo/a+cidade/

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Veja Também