Test Ride: Yamaha MT-03

Em test ride realizado com a Yamaha MT-03, Moto Adventure atesta: conforto na pilotagem e potência da tocada são os maiores atrativos da máquina

Texto: Guilherme Derrico
Fotos: Jéfferson John

Yamaha MT-03: The Dark Side

Dominando o lado sombrio da máquina! Entre os dias 5 e 12 de setembro, Moto Adventure conferiu de perto toda a categoria da Yamaha MT-03. A motocicleta, que desde sua criação vem ganhando cada vez mais adeptos e conquistando diversos prêmios da classe motociclística, caiu, definitivamente, no gosto dos brasileiros.

Para começar, vamos destacar a posição de pilotagem, que oferece bastante conforto ao piloto e grande facilidade na condução da máquina. A força da moto impressiona! Ela conta com disco dianteiro flutuante, motor bicilíndrico de 321cc e 42 CV de potência, luz de posição em LED, lanterna traseira em LED, painel multifuncional com shift light, assento bipartido, câmbio de 6 marchas, entre outras características.

Rodamos pelas ruas de São Paulo e chegamos à seguinte conclusão: a moto é perfeita para o uso urbano. Devido ao seu tamanho, leveza e força, a MT-03 proporciona rápidas respostas ao condutor, o que faz toda a diferença em sua utilização no trânsito caótico das grandes cidades.

Painel avançado

O painel de instrumentos é completo e vem com velocímetro, hodômetro total, hodômetros parciais (1 e 2), hodômetro de reserva de combustível, shift light, luz indicadora da troca de óleo, indicador de combustível, consumo instantâneo e consumo médio de combustível, indicador de marchas, indicador de temperatura, relógio, luz indicadora de marchas, controle de luminosidade e conta-giros analógico.

Com preço sugerido de R$ 19.190,00 para a versão STD e R$ 21.190,00 para a linha com ABS, trata-se de uma máquina e tanto. Os modelos 2018 chegam nas cores racing blue, metal silver e midnight black.

FICHA TÉCNICA:

Tipo: 4 tempos, 8 válvulas, 2 cilindros, DOHC, cárter úmido

Cilindrada real: 320,6

Diâmetro x curso: 68.0 x 44.1mm

Taxa de compressão: 11,2:1

Potência máxima: 42,01cv / 10.750rpm

Torque máximo: 3.02kgf.m /9.000rpm

Alimentação: injeção eletrônica

Câmbio: 6 velocidades

Transmissão primária/secundária: engrenagens/corrente

Combustível: gasolina

Bateria: 12V 6AH

Sistema de ignição: TCI

Sistema de partida: elétrica

VEJA TAMBÉM: Ações Yamaha 2018: Pilotos e competições.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA