Pilotando pelo Circuito das Cavernas da Mata Atlântica – Parte 2

cavernas-9
Iporanga

Conhecer o Circuito Cavernas da Mata Atlântica é uma oportunidade de explorar um mundo subterrâneo e também encarar as famosas curvas do “Rastro da Serpente”

Texto: Celso Renato A. da Silva
Fotos: Celso Renato A. da Silva/Alessandro Diaferia/Waldemar Boccio

CAVERNAS E CACHOEIRAS

Chegando ao Núcleo de Santana o grupo descobriu ser esse o principal núcleo de visitação do Petar e que nele estão localizadas também as principais cavernas da região: Caverna de Santana, Caverna do Morro Preto, Caverna do Couto, Caverna da Água Suja e Caverna do Cafezal , além de várias cachoeiras como a do Couto, das Andorinhas e Betarizinho. O acesso às cavernas é muito fácil, sendo a Caverna da Água e do Cafezal as mais distantes da base do núcleo, com cerca de 40 minutos de caminhada pela Trilha do Rio Betari.

Vale citar que essa trilha é um atrativo à parte. Pelo fácil acesso e por estar localizada próxima ao Bairro da Serra (que pertence a Iporanga), onde ficam a maioria das pousadas e campings, é o núcleo que recebe o maior número de visitantes durante o ano todo. É também excelente para atividades de estudo e pesquisas. Bem próximo da portaria há um curioso mirante. No piso dele percebemos desenhado em cerâmicas coloridas, uma imensa “rosa dos ventos”. A curiosidade é o fato de ouvirmos nosso eco se gritarmos exatamente no centro dessa figura, porém, se você gritar em outro lugar qualquer, ainda que a meio passo fora do centro dessa “rosa dos ventos”, você ouvira a sua voz normalmente, sem qualquer retorno de eco.

Feita essa brincadeira os motociclistas escolheram  a Caverna Santana para fazer uma pequena exploração. A entrada dessa caverna é bem baixa, mas logo que você passa por ela já percebe um imenso “salão” com luz natural vinda do teto “furado”. A visão é surreal. Vale também lembrar que, para se aventurar “dentro da terra”, é necessário contratar um monitor credenciado. Apesar de essa caverna ter mais de 8 km, apenas 800 metros podem ser visitados. Mas vale a pena, pois, entre corredores estreitos, pontes improvisadas e muita escuridão, os grupos de aventureiros se esgueiram entre as rochas calcárias, sempre vertendo água de suas imensas estalactites e estalagmites.

As paredes, tetos e pisos dessas cavernas do Petar costumam ter formações rochosas de desenhos ímpares, que fogem ao nosso senso de razão. Tudo isso faz parecer que estamos num mundo à parte, numa outra dimensão onde tudo parece possível. Flores de pedra, paredes de cristal, teto de vidro, piso de luminosidade translúcida, tudo isso surge nesse mundo subterrâneo.

MAIS DIVERSÃO

Após explorar um pouco as cavernas, a viagem prosseguiu pela rodovia SP-165, passando por Iporanga, onde é possível pilotar por seu antigo e pacato centro e depois cruzar a ponte do Rio Ribeira de Iguape, de onde esse roteiro segue até Eldorado, onde também é possível visitar a famosa Caverna do Diabo.

Esta parte do roteiro é um capitulo à parte, pois a estrada margeia o Rio Ribeira propiciando belas paisagens, e o prazer de pilotagem é garantido em seus trechos sinuosos. Já em Eldorado a dica é seguir pela rodovia SP-193 sentido rodovia BR-116 e desta retornar para as capitais paulista ou paranaense.

SURPREENDENTE

A moto utilizada nesse tour foi uma Ducati Hyperstrada 821, modelo 2015. A moto foi uma grata surpresa, principalmente devido à sua versatilidade. Um excelente comportamento esportivo e urbano dela já era esperado, devido à eletrônica disponível, banco extremamente confortável, posição de pilotagem e capacidade de bagagem dos alforjes originais garantirem o prazer da pilotagem.

Aliado a isso o comportamento da moto em estradas de terra foi surpreendente. Seu conjunto de suspensão mostrou-se confortável e seguro permitindo um bom ritmo de aceleração na terra e nos trechos mais esburacados. Em momento algum foi possível sentir  o final de curso dessa suspensão. Suas pedaleiras e posição de pilotagem garantiram também uma condução em pé bastante confortável e segura.

ONDE FICAR

Burkner Hotel (15) 3552-1233

Av. Duque de Caxias, 128. Centro, Apiaí (SP).

ONDE COMER

Restaurante Tuks

Rua Dr. Gabriel Ribeiro dos Santos, 493 – Centro – Apiaí (SP).

SERVIÇOS

Trail Trip (11) 99296 4677

Fale com Celsinho, que organiza trips on e off- road Brasil afora.

Confira a Parte 1 da aventura.

*Matéria publicada na edição #178 da revista Moto Adventure.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA