Yamaha lança a nova Factor 150 ED UBS

Modelo mais vendido da marca adota sistema UBS, que oferece mais segurança e estabilidade ao piloto no momento da frenagem

Texto: Redação
Fotos: Divulgação

Factor 150 ED UBS

Em março de 2000 a Yamaha apresentou a sua primeira YBR, fabricada e desenvolvida exclusivamente para o Brasil. Em pouco tempo já era reconhecida como um dos melhores produtos de sua categoria e passou a ser o modelo mais vendido da linha da Yamaha, posição que mantém até hoje.

Yamaha Factor 150 ED UBS

A evolução continuou, e no final de 2008 surgiu a YBR Factor 125. Em 2013, foi apresentada a segunda geração do produto, que trazia novo design, mais conforto e maior economia. Em 2015, foi lançada a YBR Factor 150, um produto econômico, confortável e com peças de reposição de baixo custo – foi o 1º modelo da Yamaha a contar com 3 anos de garantia. Em 2016, a Factor 125 ressurgiu com injeção eletrônica – a YBR Factor 125i, e agora em 2017, mais uma evolução da família é apresentada.

O modelo 2018 da YBR 150 Factor ED está mais seguro, equipado com o sistema de freio unificado UBS (Unified Brake System). Esse sistema unifica a frenagem dianteira e traseira em apenas um movimento do piloto, o acionamento do pedal, distribuindo a força de frenagem entre o freio o disco dianteiro e o freio a tambor traseiro, para uma frenagem mais eficiente.

VEJA TAMBÉM: Yamaha apresenta novas cores para linha 321cc.

Tempo e espaço calculados

Segundo a Yamaha Riding Academy – YRA (centro de pilotagem), a forma mais eficiente de frenagem é utilizar os dois freios ao mesmo tempo, dianteiro e traseiro. Porém, grande parte dos motociclistas, por diversas razões, tendem a utilizar mais os freios traseiros e se esquecem da eficiência dos dianteiros. Unificando os dois freios em um só movimento, a Yamaha pretende oferecer ao motociclista mais segurança – por isso a inclusão do UBS na Factor 150 ED. O objetivo é diminuir significativamente o tempo e espaço de frenagem em relação ao obstáculo ou ao desvio à frente.

Mais que a eficiência da frenagem, a estabilidade neste momento crucial da pilotagem também se torna maior com o UBS. Isso porque a transferência de peso no momento de uma frenagem unificada é melhor distribuída, fazendo com que a motocicleta fique mais estável. O sistema é o mesmo que já equipa a Fazer 150 UBS e o scooter NEO 125.

VEJA TAMBÉM: Yamaha XSR900 Abarth: Nascida para dominar.

FICHA TÉCNICA:

Comprimento total (mm) – 2.015

Largura total (mm) – 735

Altura total (mm) – 1095 (ED) / 1075 (E)

Altura do assento (mm) – 785

Altura mínima do solo (mm) – 175

Peso seco* (kg) – 114 / 113

Peso líquido**(kg) – 127 / 126

PBT***(kg) – 296

Raio mínimo de giro (mm) – 2.200

Distância entre eixos (mm) – 1325

Motor  SOHC 2 válvulas – Refrigeração a Ar – 4 Tempos

Cilindradas (cm³) – 150

Quantidade de cilindros – 1

Diâmetro X curso (mm) – 57,3×57,9

Taxa de compressão – 9,6:1

Torque máximo (kgf.m/rpm) – 1,3 / 5500

Potência máxima (cv/rpm) – 12,2 | 12,4 / 7.500

Sistema de partida – Elétrica

Sistema de lubrificação – Cárter Úmido

Capacidade de óleo do motor (L) – 1,25

Tipo de combustível – Gasolina/ Álcool

Capacidade do tanque de combustível (L) (reserva)  16 L

Alimentação – Injeção Eletrônica

Sistema de ignição – TCI

Bateria 12V 5 Ah

Transmissão primária – Engrenagens

Transmissão secundária – Corrente

Embreagem – Multi-disco – Úmida

Câmbio – 5 velocidades

Tipo de chassi – Diamante

Ângulo de caster – 25º   24′

Trail (mm) – 86

Pneu dianteiro – METZELER/ME STREET 2.75- 18 M/C (42P)

Pneu traseiro – METZELER/ME STREET 90/90- 18 M/C (57P)

Suspensão dianteira – Garfo telescópico

Suspensão traseira – Balança traseira

DEIXE UMA RESPOSTA