Com exclusividade, testamos a nova Yamaha Tracer 900 GT. A motocicleta chega ao mercado com várias inovações tecnológicas, além de mais confortável e com um preço convidativo

TEXTO: GUILHERME DERRICO

FOTOS: EDGAR KLEIN

No dia 04 de julho, fomos convidados pela Yamaha, com exclusividade, para conhecer o mais novo membro do time da marca: a nova Yamaha Tracer 900 GT. De acordo com o fabricante, a ideia desta motocicleta era gerar mais conforto, porém, com desempenho. O design foi repensado e apresenta linhas bem esculpidas. A lista de alterações é ampla e atende às necessidades dos motociclistas que almejam diversão, esportividade e sofisticação.

Ao subir na máquina, já notamos a mudança na posição de pilotagem, bastante confortável. E ao ligá-la, a força é sentida nas primeiras aceleradas. Os assentos do piloto e garupa foram totalmente modificados e oferecem maior conforto, tanto pelo desenho mais ergonômico quanto pela densidade da espuma. Agora, a altura do assento do piloto pode ser ajustada em duas posições, de acordo com sua estatura. Junto ao assento do piloto há, também, uma proteção do tanque para aumentar o conforto em viagens mais longas. O para-brisa também é novo e ideal para quem gosta de viajar, pois, além de ser fácil de ajustar, está maior, reforçando a proteção contra o vento, a chuva e pequenos detritos ou insetos.

As suspensões da máquina foram totalmente revistas. Na dianteira, os amortecedores invertidos são ajustáveis e foram recalibrados. Oferecem a capacidade de configurar a moto para se adaptar a diferentes cargas e condições de uso. Para um ajuste ainda mais personalizado, a nova Touring da Yamaha passa a oferecer ajuste de retorno do amortecedor traseiro e um ajuste remoto de pré-carga da mola que dispensa o uso de ferramentas.

AOS VIAJANTES

Para quem vai percorrer grandes distâncias e enfrentar baixas temperaturas, a nova Tracer 900 GT ganhou aquecedores de manopla. Além disso, o guidão e os protetores de mãos mudaram. O primeiro está mais estreito, permitindo uma posição de condução mais natural, que ajuda a manter os braços do motociclista fora do fluxo de ar em velocidades mais altas. Por ser mais delgado, também facilita as manobras no trânsito, como, por exemplo, nos corredores. Já os protetores de mãos foram redesenhados para ficarem mais leves.

O garupa passa a contar com novas alças de apoio confeccionadas em alumínio, além de novas pedaleiras. Com elas, as pernas ficam menos dobradas. Outro item incorporado ao modelo 2020 da Tracer 900 GT é o piloto automático, fundamental para tornar as viagens longas mais agradáveis, pois reduz a fadiga do braço e da mão direita na pilotagem por grandes períodos e permite manter uma velocidade constante ao conduzir por estradas com aclives e declives. O sistema pode ser usado para controlar a velocidade de cruzeiro da 4ª marcha em diante, entre 50 km/h e 180 km/h, e funciona por meio de um interruptor no lado esquerdo do guidão, que pode ser usado para aumentar ou diminuir a velocidade de cruzeiro. Para cancelar automaticamente seu funcionamento, basta acionar os freios, embreagem ou acelerador. O piloto automático ainda possui um botão que permite ao motociclista repor a definição anterior.

“A Yamaha Tracer GT 900 foi muito bem pensada para quem viaja de moto. Conta com ótima ergonomia – a posição de pilotagem é perfeita para quem curte a estrada. A espuma dos bancos tem excelente densidade, o motor de três cilindros alia o torque e uma velocidade final de tirar o folego de qualquer piloto. O tanque de 18 litros faz deste modelo uma ótima opção para longas viagens”, afirma o jornalista Laertes Torrens Filho.

PAINEL

A Tracer 900 GT 2020 conta com painel digital em TFT, inspirado nas superesportivas da marca. A tela colorida possui alta definição e apresenta uma gama completa de informações que podem ser customizadas de acordo com a preferência do piloto, inclusive a cor. São elas: indicadores de marcha, combustível, posição do D-mode, conta-giros, hodômetro total e parcial, média de consumo, consumo de combustível instantâneo, contagem regressiva de quilômetros em “reserva”, temperatura do motor e temperatura ambiente.  Além disso, conta com funções como: luzes de funcionamento do sistema Quick Shift e do Controle de Tração, Piloto Automático e o mostrador digital, que indica em qual modo o Controle de Tração está selecionado (ou se está desativado).

A motocicleta ainda possui o Shift Indicator, sistema para aviso de troca de marcha em que é possível realizar a configuração da luz indicadora de acordo com a rotação desejada. O painel tem até sensor de luminosidade e é capaz de detectar as condições de iluminação e controlar o brilho do visor de acordo com a luz ambiente.

“Outro fator positivo é a facilidade de acertar a altura do facho de luz por intermédio de dois direcionais que ficam perto do painel da moto. Normalmente, quando colocamos bagagem e garupa na motocicleta, o facho de luz atrapalha os condutores dos automóveis que vem na outra direção. O aquecedor de manopla também é destaque no modelo: além de ser acionado no frio, pode ser utilizado nos dias de chuva, mantendo nossa mão aquecida”, prossegue Laertes.

DNA ESPORTIVO

De acordo com a Yamaha, a nova Tracer 900 GT é a Sport Touring mais leve e potente do mercado: são 215 kg em ordem de marcha e 115 cavalos de potência. O resultado desta mistura é leveza com performance (é a melhor relação peso x potência de 1.86 kg por cavalo).  

O motor de três cilindros, o mesmo que equipa a MT-09, é um dos destaques da moto. Do tipo DOHC, com dois comandos e 12 válvulas e arrefecimento a líquido, este motor foi batizado pela Yamaha com a sigla CP3, que significa Crossplane 3, uma alusão ao número de cilindros e à tecnologia Crossplane nele empregado – a mesma utilizada na Yamaha M1 do multicampeão de MotoGP Valentino Rossi. Essa tecnologia permite um baixo nível de vibração, bem como uma entrega de torque e potência de forma linear e progressiva.

FRENAGEM

A nova Tracer possui freios ABS. É equipada com dois discos flutuantes de 298 mm e pinças radiais de quatro pistões cada na dianteira, e pinça e disco simples de 245 mm na traseira. “Os freios ABS são de extrema importância e bem dimensionados. Quanto à tecnologia eletrônica da moto, tudo o que há de mais moderno se faz presente”, conclui o jornalista.

As opções de cores são o preto metálico (Midnight Black) e o azul metálico fosco (Phanton Blue). A moto já está disponível na rede de concessionárias da Yamaha. A garantia é de um ano, sem limite de quilometragem. Preço sugerido: R$ 49.390,00 (mais o frete).

FICHA TÉCNICA:

Motor: DOHC, 12 válvulas, Arrefecimento a líquido, 4 Tempos

Cilindrada: 847

Quantidade de Cilindros: 3

Potência Máxima: 115 cv/10.000 rpm

Torque Máximo: 8,92 kgf.m/8.500 rpm

Alimentação: Injeção Eletrônica

Sistema de Partida: Elétrica

Peso em ordem de marcha: 215 kg

Câmbio: 6 velocidades

Altura do assento: 850 / 865 mm

Tanque de Combustível: 18 L (3,4 L reserva)

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Veja Também