Brasileiros enfrentaram problemas mecânicos no trecho de dunas, neste domingo, mas voltaram para prova após 1h parados e completam a Etapa entre Riad e Al Dawadimi

Após o sábado de descanso, Rodrigo Luppi/Maykel Justo #415 tiveram um dia duro nesta 7ª etapa do Rally Dakar que largou de Riad e terminou em Al Dawadimi. Os brasileiros tiveram problemas mecânicos no trecho das dunas e completaram a Especial de 402 km na 21ª posição dos UTVs T4. A dupla perdeu a liderança mas, ainda assim, está no Top 5 da categoria na 5ª posição, agora a 36m38s do líderes.

Neste domingo, os brasileiros se superaram e mesmo tendo perdido mais de 1 hora parados retornaram para prova e completaram o exigente trecho cronometrado com cadeias de dunas, pisos de terra firme, piso arenoso e que exigiu muito da navegação em um total de 701 km do dia.

“Quebrou a homocinética e também a manga (eixo entre o conjunto de roda/pneu e a suspensão) em uma pancada no trecho final de uma duna, onde tinha uma valeta de 1m de profundidade”, conta Luppi. Mas após a troca da homocinética, o vilão foi um parafuso que os fez perder mais 20min. “Percebemos que faltava uma porca 10 para prender a manga e não tínhamos nem no nosso kit e daí o Maykel precisou tirar um parafuso do macaco e adaptou e assim terminamos a Especial”, completa o piloto.

Mas apesar do perrengue, a dupla fechou o dia satisfeita por ter completado mais uma exigente etapa e, ainda estar entre os cinco mais rápidos dos UTVs. “Dos males o menor, porque para quem ficou 1h06m parado e estar a 36min do Jones/Gustavo nos deixa otimistas porque  temos mais cinco dias de Dakar pela frente e embolou toda a classificação, então seguiremos focados”, finaliza Luppi que estreia no Dakar, ao lado de Justo, que tem 10 participações no currículo.

Os brasileiros venceram a 5ª etapa nos UTVs e lideraram o rali por duas etapas e vinham surpreendendo sempre entre os cinco mais rápidos da categoria nas seis primeiras Especiais da edição e brigando com os ponteiros no acumulado.

O 44º Dakar, que está sendo disputada na Arábia Saudita, termina na sexta-feira, 14, em Jeddah. No total serão 12 etapas e mais de 8.300 km de roteiro e, desta vez, devido as fortes chuvas que atingiram a região da 2ª etapa, não haverá Etapa Maratona (não permite apoio mecânico externo) nesta edição. Mais informações e resultados completos www.dakar.com

A equipe Luppi Racing Team tem patrocínio da Nova Canabrava Bioenergia com apoio da South Racing. Para acompanhar a aventura dos brasileiros no Rally Dakar 2022: Instagram @luppi_rally_team

Resultado Rally Dakar – Etapa 7 – 9/jan
UTV T4 (SSV)
1) # 416 Gerard Guell/Diego Ortega (Espanha) – 4h01m38s
2) #402 Aron Domzala/Macief Marton (Polônia) – 4h02m56s
3) # 410 Marek Gogzal/Lukasz Laskawiec (Polônia) – 4h04m35s
4) #414 Rokas Baciuska (Lituânia)/Oriol Mena (Espanha) – 4h05m45s
5) #421 Jerome de Sadeller (Lituânia)/Michael Metge – 4h06m26s
21) # 415 Rodrigo Luppi/Maykel Justo (Brasil) – 5h00m51s

Resultado Acumulado UTVs T4 (após sete etapas) – Top 5
1) # 401 Austin Jones (EUA)/Gustavo Gugelmin (Brasil) – 29h28m14s
2) # 416 Gerard Guell/Diego Ortega (Espanha) – 29h34m47s
3) # 403 Michal Gogzal/ Szymon Gospodarczk (Polônia) – 29h48m25s4) #414 Rokas Baciuska (Lituânia)/Oriol Mena (Espanha) – 29h56m12s
5) # 415 Rodrigo Luppi/Maykel Justo (Brasil) – 30h04m52s

ROTEIRO DAKAR 2022 (Arábia Saudita)

Etapa 8 — Segunda-feira, 10/janeiro – Al Dawadimi > Wadi Ad Dawasir
Especial: 395 km – Total do dia: 830 km

Etapa 9 — Terça-feira, 11/janeiro – Wadi Ad Dawasir > Wadi Ad Dawasir
Especial: 287 km – Total do dia: 491 km

Etapa 10 — Quarta-feira, 12/janeiro – Wadi Ad Dawasir > Bisha
Especial: 375 km- Total do dia: 759 km

Etapa 11 — Quinta-feira, 13/janeiro — Bisha > Bisha
Especial: 346 km – Total do dia 501 km

Etapa 12 — Sexta-feira, 14/janeiro – Bisha > Jeddah
Especial: 164 km – Total do dia: 680 km

TOTAL Especiais: 4.258 km
TOTAL Roteiro: 8.375 km

Moto Adventure, a Revista dos Melhores Motociclistas

Let’s Go Together! 

Deixe uma resposta