Ducati-traz-ao-Brasil-a-nova-Monster
Nova naked traz motor de 111cv para deslocar apenas 166 kg

18 kg mais leve que a Monster 821, apresentando iluminação full LED e muita eletrônica embarcada, nova naked vai custar R$ 86.990

Na noite desta quinta-feira (04), a Ducati do Brasil apresentou a nova Ducati Monster.

Lançada em 1993, a motocicleta Monster já soma mais de 350 mil unidades produzidas desde a sua apresentação, tornando-se um sucesso entre os apaixonados por modelo naked.

Com cerca de 150 convidados, a Ducati do Brasil reuniu clientes, jornalistas e apaixonados por Monster para uma apresentação do novo modelo em São Paulo. O local escolhido foi a LaBof, parceira Ducati e com sede na Vila Mariana. 

Ducati-traz-ao-Brasil-a-nova-Monster

Nova Monster

A moto é equipada com o Testastretta 11º, um bicilíndrico de refrigeração líquida com 4 válvulas por cilindro, 111 cv e distribuição Desmodrômica. O seu chassi, inspirado pela Panigale V4, é um quadro em alumínio curto, fixo diretamente aos cabeçotes do motor. É ainda mais leve e contribui para reduzir o peso total para 166 kg (a seco). 

O farol integra perfeitamente a imagem orientada para o futuro, ao mesmo tempo que nos remete para a forma redonda da ótica que apelou a centenas de milhares de apaixonados das Monster. A traseira tem linhas sinuosas, sendo suportada pelo sub-chassi melhorado pela avançada tecnologia GFRP (Glass Fiber Reinforced Polymer, ou Polímero Reforçado de Fibra de Vidro), para ser, simultaneamente, ainda mais leve e robusto.

O Testastretta 11º de refrigeração líquida, com cilindros em “L” a 90o e 937 cc tem homologação Euro 5 e apresenta a tradicional distribuição Desmodrômica exclusiva na sua classe. Comparado ao modelo 821 anterior, ganhou em cilindrada, potência, torque, mas diminuindo em peso (-2,4 kg), o que contribuiu para a redução de peso e leveza da moto e também adiciona uma ciclística ainda mais aprimorada. Ele agora disponibiliza agora 111 cv às 9.250 rpm, com um torque de 9,5 kgf.m em 6.500 rpm.

Ducati-traz-ao-Brasil-a-nova-Monster

Para este exclusivo bicilíndrico Testastretta, uma considerável atenção foi reservada à definição da curva de torque, especialmente em baixas rotações, mais usadas em estradas sinuosas, bem como em condução urbana. Uma entrega cheia mais fácil de gerir é mantida também graças à reformulada caixa de velocidades – que assegura trocas de marchas precisas – e ao Quick Shift Up & Down (instalado de série). 

A nova Monster nasceu para ser leve e compacta. Foi por isso que os engenheiros da Ducati trabalharam de forma árdua e obsessiva, focando-se em cada detalhe durante a fase de design. O chassi, tal como na primeira Monster, é inspirado numa Superbike de Borgo Panigale e fabricado em alumínio como o da Panigale V4. Este elemento é 4,5 kg mais leve (uns notáveis -60%) que o anterior em treliça, atingindo agora os 3 kg, ao mesmo tempo que apresenta dimensões compactas. Além disso, os aros perderam 1,7 kg, a balança ficou mais leve em 1,6 kg, sem contar o subframe, que perdeu 1,9 kg. Este cuidadoso trabalho de iluminação levou à uma redução de peso de 18 kg em comparação com a Monster anterior.

Nesta perspectiva, a nova Monster apresenta-se não só mais leve, mas também mais compacta. As zonas laterais são muito estreitas, e esta opção em particular permite ao condutor colocar com segurança os pés no chão quando a moto se encontra estacionada. Este resultado foi conseguido também devido ao confortável assento, a 820 mm de altura. Um assento de 800 mm está também disponível como opcional, enquanto que, com o kit de rebaixamento da suspensão, é possível reduzir a altura do banco para 775 mm. A Monster tem uma distância entre eixos compacta de 1.474 mm, enquanto que o raio de esterço foi aumentado para maximizar a manobrabilidade a baixas velocidades e em manobras estacionárias (agora de 36º, +7º em comparação com a versão 821). Tudo isto significa um prazer de condução sem rival, mesmo através do trânsito da cidade no dia a dia.

Esta nova Monster 937 conta com bastante eletrônica embarcada. O equipamento de série inclui o Bosch Cornering ABS, Controle de Tração e Controle de Wheelie, totalmente ajustáveis. A natureza esportiva da nova Monster é também sublinhada pelo Launch Control, que assegura um arranque rápido: características fora do comum, habitualmente reservadas às motos superesportivas, permitem à Monster expressar o seu desempenho com segurança. Além disto, os Riding Modes tornam possível alterar o caráter da nova Monster de acordo com os diferentes gostos e necessidades. Tudo pode ser facilmente gerenciado através dos controles do guidão e visualizado na nova tela full-TFT de 4,3″, com gráficos de leitura imediata inspirados na Panigale V4. Por fim, um grande conta-giros é posicionado no centro junto com a indicação da marcha selecionada.

Ducati-traz-ao-Brasil-a-nova-Monster

Pneus Pirelli

Aros de liga leve, aliviados em 1,7 kg em comparação ao modelo Monster 821, participam na leveza geral da nova Monster. De 3.5 x 17″ na frente e 5.5 x 17″ na traseira, montam pneus Pirelli Diablo Rosso III de 120/70 na dianteira e 180/55 na traseira.

Pré-Venda durante o mês de agosto

Os 30 primeiros clientes que comprarem o novo modelo durante o mês de agosto receberão um kit especial Ducati, composto de jaqueta Summer, luva e protetor de coluna.

Para aproveitar a promoção, válida até 31 de agosto, o cliente pode adquirir a nova Monster numa das concessionárias Ducati do Brasil (consulte a loja mais próxima pelo site oficial Ducati) e fazer a confirmação de pagamento do sinal de compra.

A Ducati Monster tem preço público sugerido de R$ 86.990,00, na cor vermelha e estará disponível nas concessionárias Ducati a partir de setembro.

Deixe uma resposta