Gui Buozi, de sete anos, começou a pilotar há apenas um ano e já faz sucesso nas pistas

POR REDAÇÃO

FOTOS: RODRIGO JR.

Guilherme Henrique do Valle Buozi é um menino extrovertido, que gosta de conversar, brincar e jogar videogame. E também é campeão antecipado no Campeonato Sul-Brasileiro de Velocross nas 50 cilindradas. Conheça melhor a história desse curitibano de sete anos, que desponta como uma das promessas do off-road paranaense.

É curioso o modo como tudo começou, pois o pequeno não é filho de pilotos ou tampouco tem uma pista perto de casa. “Em 2017 fomos ver alguns amigos competindo, desde esse dia o Gui só falava em ter uma moto e nos questionava ‘que graça tem ir nas corridas sem ter uma moto para andar?’. Foi aí que decidimos apostar nele. Tínhamos um carro antigo, uma relíquia, então o vendemos para comprar uma minimoto. A partir daí nossa vida mudou”, comenta a mãe, Karine do Valle.

Logo nas primeiras voltas, o garoto mostrou talento, tanto no velocross como no motocross. Conquistou ótimos resultados, mesmo sem experiência atrás do guidão, e cativou a todos, público e adversários, com seu jeito simples e conversador. Então vieram os resultados, como o vice na Copa Crozetta de Velocross, em 2018, e os títulos na Copa Pro Tork Verão e Sul-Brasileiro de Velocross em 2019.

Com o passar do tempo, e com o anseio do menino, a brincadeira ficou séria e ganhou intensidade. Agora, Guilherme é treinado pelo piloto Matheus Zerbatto, e pode contar com instruções de um atleta profissional. “O Gui tem um futuro promissor pela frente, super atencioso nas aulas, sempre buscando evoluir, aceitando o que falo, admitindo os erros e acertos. Vejo nele um campeão em um futuro muito próximo”, destaca Matheus.

O paranaense tem curtido cada momento dessa nova fase da vida, composta de treinos, aprendizado e imersão em um mundo diferente, repleto de adrenalina e barro. “Aprender com o Zerbatto é top! Correr é muito bom, curti desde a primeira vez. E ganhar também é ótimo, diz o pequeno.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Veja Também