Número comprova a recuperação do setor, que mantém crescimento desde o segundo semestre do ano passado

POR REDAÇÃO

FOTOS: DIVULGAÇÃO

A indústria de motocicletas mantém o ritmo de crescimento. De acordo com dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares – Abraciclo, em julho, foram produzidas no Polo Industrial de Manaus (PIM) 91.713 motocicletas, representando alta de 34,6% na comparação com o mês anterior (68.121 unidades).

Na comparação com julho de 2018, a produção caiu 4,8% (96.338 unidades). Esse desempenho não alterou a curva ascendente das fabricantes do PIM. De janeiro a julho, foram produzidas 628.818 unidades, volume 6,3% superior ao registrado no mesmo período do ano passado (591.753 unidades). 

Na avaliação de Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo, a recuperação do setor continua a ser impulsionada pela renovação da frota e, principalmente, pela maior oferta de crédito.

“Isso impacta diretamente a cadeia produtiva. Hoje cerca de 70% das vendas de motocicletas são financiadas via CDC (Crédito Direto ao Consumidor) e pelo Consórcio. Aliado a isso, a motocicleta é uma alternativa viável de transporte para a maioria dos consumidores, graças ao menor custo de manutenção e ao baixo consumo de combustível”, explica.

Veja Também