Nova scooter da Honda, a Elite 125 foi testada por Moto Adventure e agradou em cheio! Além da ótima autonomia, característica comum nas motocicletas desta família, os aparatos tecnológicos chamam a atenção e transformam a pilotagem em uma experiência prazerosa

TEXTO: TRINITY RONZELLA

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Poucos se lembram disso, mas, em 1993, foi lançada a Honda CH 125 Spacy, uma scooter que despertava curiosidade por onde passava (ou estacionava). Ela tinha um monocilíndrico de 124,6cc e 10cv de potência máxima a 7500rpm. Econômica, chegava aos 30 km/l com tranquilidade. Foi um marco no motociclismo nacional e não creio que, na época, as pessoas imaginassem que a moda iria “pegar”. Pois bem: em 2009, veio a Lead 110, já com um visual bem diferente e um mercado mais receptivo em relação às scooters. Em 2017, foi noticiado que elas não estariam mais no line-up da montadora.

NOVIDADES

No final de 2018, a Honda lançou a Elite 125 para ocupar o lugar da Lead. Com visual mais esportivo e algumas novidades, elas estiveram disponíveis para experimentarmos na cidade de Santos (SP). A Elite 125 completa a família de scooters, que já conta com a PCX 150, SH 150i, SH 300i e a X-ADV 750. A convite da Honda, fomos percorrer um roteiro pré-estabelecido, onde encontraríamos a maioria das situações que vivemos em nosso dia-a-dia: trânsito, asfalto ruim, paralelepípedo, subidas, descidas e curvas – ou seja: foi um roteiro bem fiel à realidade que enfrentamos.

O roteiro teve início em frente ao Praiamar Shopping, com destino ao Bonde Turístico de Santos, nossa primeira parada. Nesse trecho, muito asfalto, vários semáforos e um pedaço ruim de paralelepípedos foram suficientes para termos uma ideia da suspensão, freios e conforto da Elite. Após tirarmos fotos nos cenários históricos do centro antigo da cidade, seguimos para a vila mais famosa do Brasil, a Vila Belmiro, casa do time de futebol do Santos. Em roteiro todo asfaltado, demos uma volta no estádio e seguimos em direção à praia. Na orla da cidade começa o trânsito mais intenso. Trânsito parado, ziguezague entre os carros, freia, acelera… tudo isso em direção à Ilha Porchat, a qual contornamos e, após mais uma sessão de fotografias, começamos a retornar.

Na volta, o calor era intenso e fizemos uma última parada para fotos – esta, à beira-mar. Nos hidratamos à base de coco bem gelado e, depois de alguns cliques, em cinco minutos estávamos de volta ao ponto de partida, encerrando nosso city tour. Este passeio mostrou que houve uma grande evolução em vários aspectos na nova scooter da Honda, começando pelo visual e as cilindradas, que deixaram a motocicleta mais ágil e confortável. Algumas mudanças, como o freio de estacionamento e os porta-objetos, também são muito bem-vindas, além de outras sobre as quais falaremos em um test-ride que será publicado em breve.

A motorização vem com o inédito motor de 124,9 cm3, monocilíndrico, de 4 tempos OHC arrefecido a ar forçado por ventoinha e partida elétrica. Esta é uma scooter para quem quer ingressar nesse estilo, cada vez mais inserido no contexto urbano (transportando desde executivos engravatados a estudantes com vestimenta informal). É um caminho sem volta para quem busca mobilidade com economia. Com preço público sugerido de R$ 8.250,00 (sem frete/seguro), o modelo estará disponível nas cores vermelho perolizado, azul claro perolizado, branco e preto. A nova Honda Elite 125 já chegou às concessionárias.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here