O foco da marca japonesa foi trazer aos modelos de série a tecnologia utilizada no MotoGP

POR REDAÇÃO

FOTOS: DIVULGAÇÃO

No ano de 1992 a Honda apresentou uma proposta inédita até o momento, introduzindo o conceito “Controle Total” que, simplificadamente, restituía a maneabilidade às superesportivas. A receita era simples: em vez de motores de 1.000 cm3 superpotentes equipando motos pesadas, a marca criou uma máquina de quatro cilindros em linha e 893 cm3, motor que foi “vestido” com um chassi leve e aderente, capaz de garantir a agilidade que os projetistas almejavam. Equipada com as melhores suspensões, freios, pneus e rodas da época, nasceu a Fireblade, que um quarto de século depois de seu lançamento ainda é uma das superesportivas mais cobiçadas.

Quando completou 25 anos de existência, em 2017, a Fireblade ganhou um presente, uma atualização que, sem perder de vista o conceito “Controle Total”, manteve a estrutura campeã das pistas – a Fireblade venceu 23 vezes o TT da Ilha de Man, na Grã-Bretanha e, no Brasil, domina a cena do Superbike há seis campeonatos consecutivamente, de 2013 a 2018.

GENERALIDADES DO MODELO

• Honda Selectable Torque Control (HSTC) de funcionamento mais refinado, com melhor resposta ao comando do acelerador;

• Wheelie Control – controle de empinada – separado do HSTC para permitir ajuste e gerenciamento mais preciso;

• Acelerador com resposta aperfeiçoada para maior sensibilidade em entrada de curvas e mais força nas saídas;

• Intervenção do ABS reduzida no uso em alta velocidade;

O trabalho de atualização realizado no modelo 2017 permitiu que a Fireblade continuasse competitiva, atendendo plenamente ao anseio de seus consumidores, seja o cliente da CBR 1000RR Fireblade ou da versão mais elaborada, a CBR 1000RR Fireblade SP. Um conjunto mais leve, um motor mais potente e elementos como as novas suspensões Showa 43mm Big Piston Fork e, na CBR 1000RR Fireblade SP, as sofisticadas Öhlins semi-ativas tornam estas superesportivas máquinas muito divertidas de se pilotar.

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS

• IMU – Inertial Measurement Unit de 5 eixos by Bosch;

• HSTC de nove níveis, que atua na potência, freio-motor e torque;

• Embreagem deslizante, oferece melhor desempenho;

• Três “riding modes” possibilitam ajustar a entrega de potência e tração, determinando diferentes níveis de potência, freio-motor e tração.

PREÇO, CORES, GARANTIA

A Honda CBR 1000RR Fireblade e a CBR 1000RR Fireblade SP tem preços público sugeridos de R$ 71.390,00 e R$ 81.590,00 (base Estado de São Paulo). As cores disponíveis são o vermelho para a CBR 1000RR Fireblade e vermelho para a CBR 1000RR Fireblade SP. A garantia é de três anos, sem limite de quilometragem.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Veja Também