Passeio do IMRG leva mais de 65 Indians por cenários históricos do RJ

IMRG
IMRG

Roteiro teve a participação de motociclistas de vários estados do País

Texto: Redação
Fotos: Divulgação

IMRG

Mais de 65 motocicletas Indians participaram do passeio entre Rio de Janeiro e Teresópolis. O sol deixou o cartão postal ainda mais lindo, para a alegria de quem tirou o dia de folga para aproveitar o percurso de mais de 120km. O IMRG juntou participantes de vários lugares. Um grupo de 8 pessoas de Belo Horizonte foi prestigiar o evento.

De Niterói, a funcionária pública Erika Lima começou a andar de moto há 17 anos e não parou mais. “Minha moto é uma Chieftain preta. Já tive uma Scout, uma Chief Classic e agora comprei essa máquina, que sem dúvida é a melhor de todas.” A empolgação da Erika conquistou o marido, que também participou do passeio com uma Chieftain.

PERCURSO

Ao sair da cidade maravilhosa, os participantes do IMRG passaram pelo final do Arco Metropolitano, uma via toda iluminada que liga a Dutra a região da Serra. O caminho seguiu pela Sede de Guapimirim, uma das portarias do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, região de natureza preservada.

A primeira parada foi no Mirante do Soberbo, de onde se avista o famoso Dedo de Deus. Sguindo o percurso, em 8km o grupo chegou ao ponto final: o restaurante Paradise Garage, em Teresópolis. Recebidos por ninguém menos que Alain Max Georges Vignais, um dos ícones do esporte a motor no Brasil, responsável pelo início das carreiras de Ayrton Senna na Formula 1 e Alex Barros no Moto GP. Um ambiente totalmente voltado ao automobilismo, o lugar mistura um pub com oficina de restauração de carros antigos.

VEJA TAMBÉM: Indian Motorcycle comemora o legado de Burt Munro.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA