Conheça a história da família Voltarelli, que há gerações “respira” motociclismo

TEXTO E FOTOS: CLEBER GRAFIETTI

Algumas coisas parecem ser transmitidas pelo DNA. Isso se aplica perfeitamente a duas celebridades do mundo das duas rodas: Eugênio Voltarelli Filho, de 64 anos (engenheiro mecânico de formação e atualmente assessor do presidente da Câmara de São Caetano do Sul), e o publicitário Eugênio Voltarelli Neto, de 38.

Eugênio Filho começou a pilotar motocicletas nos anos 1970. Suas primeiras aventuras foram realizadas com uma Honda CG 125 e posteriormente se estenderam para uma Honda CB 360. A saga prosseguiu nos anos 1980 com um uma Honda CB 400, que hoje está nas mãos de um amigo. Muitas outras máquinas fizeram parte de sua vida, incluindo a lendária Honda Sete Galo, da qual Eugênio tem boas recordações. E agora, a todo momento, ele se esbalda em uma clássica Triumph Bonneville T120.

Apesar do pai nunca tê-lo incentivado, Eugênio Neto, aos 23 anos de idade, adquiriu sua primeira moto com um dinheiro bastante suado: uma Yamaha Virago 250, “usadinha”, como ele próprio a descreve. Posteriormente, Eugênio Neto partiu para uma Honda Shadow 600, a qual customizou com muito bom gosto. Teve uma passagem por motos esportivas, deixadas de lado por medo de assaltos. Hoje, pilota uma Harley-Davidson customizada pela Foguinho Moto Garage e curte muito o estilo Café Racer, se divertindo com uma Triumph Bonneville Thruxton 1200 R.

A motocicleta faz parte das vidas dessas duas personalidades 24 horas por dia, seja no uso diário, para ir ao trabalho, à noite, para encontrar com os amigos ou no final de semana, para pegar uma estrada até uma cidade próxima. Em 2017, eles fizeram uma viagem de moto juntos pela Itália, onde aproveitaram para conhecer o museu e a fábrica da Lamborghini. Ainda este ano, eles pretendem conhecer a Serra do Rio do Rastro, em Santa Catarina, também passando pelo Rastro da Serpente, que liga o estado de São Paulo ao Paraná.

Já que são moradores antigos de São Caetano do Sul, eles frequentam alguns points juntos, como o Bar do Mohammad, que oferece petiscos saborosos, ou o badalado “Vamo Tomá Uma”, que abriu a segunda casa na cidade este ano. Além de andar de moto, Neto adora degustar uma boa cerveja artesanal. Que o desafio de conciliar trabalho, família e motocicleta dos “Eugênios” continue a motivar momentos inesquecíveis!

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Veja Também