Evento contou com 5.031 inscritos e agitou a cidade de Corupá, em Santa Catarina

POR REDAÇÃO

FOTOS: RODRIGO PHILIPPS/ARSENAL EVENTOS

Uma imensa festa do off-road, assim podemos chamar o Super Bananalama. Os números, desta edição aumentaram ainda mais em comparação às versões anteriores. A 13ª edição do “Maior e melhor encontro de trilheiros do mundo” reuniu 5.031 participantes, recorde registrado em Corupá (SC), cidade a 70 quilômetros de Joinville (SC). Foram quatro dias com muitas atrações e experiências que tiveram como base o Seminário Sagrado Coração de Jesus. Ao todo, segundo a Polícia Militar, 60 mil pessoas passaram pelo evento.

Divididos por categorias, foram registrados 4.609 motos, 332 quadriciclos e 90 UTVs. Em relação ao ano passado, houve um crescimento de mais de 60% no número de trilheiros, que vieram de 18 estados brasileiros, além de mais quatro países (Argentina, Paraguai, Uruguai e Chile). Entre homens e mulheres, eles somaram 4.744 e elas, 287, o que representa 5%, mas o número cresce a cada edição.

“As inscrições superaram todas as nossas expectativas desde as primeiras horas do processo, o que mostra a força do segmento off-road do país. Tivemos dias muito intensos de trabalho para garantir um evento de qualidade, repleto de atrações e experiências não só para os trilheiros, mas também para os amigos e família. Vamos continuar trabalhando muito mais para que o ano que vem seja ainda melhor”, destaca o organizador Eduardo Appel.

Além das participações, outro número que chamou a atenção foi os R$ 200 mil reais em prêmios sorteados no último dia do Super Bananalama 2019. Os trilheiros concorreram a 10 motos Honda CRF 250F e uma caminhonete Chevrolet Montana 0Km, sendo que um único ganhador, Weliton Battistel, de Três Barras do Paraná (PR), levou o carro com uma moto na caçamba recheada de equipamentos off-road.

 “Mais uma vez, fizemos um grande evento e agradeço a todos que vieram de diversos lugares do Brasil e também de outros países. Nosso pessoal não mediu esforços para que a gente possa continuar a fazer jus ao título de “Maior e melhor encontro de trilheiros do mundo”, completa Celso Oldiges, presidente do Clube de Trilheiros Bananalama.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Veja Também