POR REDAÇÃO

FOTOS: DIVULGAÇÃO

O chefe da Equipe V2 Racing, de Jundiaí (SP), Aléssio Zomignani, começou o ano com um grande desafio: enquadrar a motocicleta da equipe campeã de 2018 do Rodeo Lucky Friends às novas regras definidas pelos organizadores das corridas. No ano passado, o time fez uma boa estreia no Rodeo Lucky Friends, realizado em Sorocaba (SP).

O piloto Pedro Beagim, de 42 anos, aceitou o convite e encarou a nova categoria – Flat Track Racing. Beagim possui uma vida regrada e muito equilibrada. Tendo o Motocross na veia, o piloto costuma dizer que o motor da motocicleta é sua terapia. A técnica apurada é uma de suas marcas registradas.

Nos dias 1 e 2 de junho, a Equipe V2 Racing participou da etapa Rio da Lucky Friends Speed Division, abrindo o Campeonato Brasileiro de Flat Track. “Vencemos as duas baterias no sábado (1), classificando para semifinal de domingo. O dia amanheceu chovendo forte, alagando a pista e preocupando as equipes. Mas, isso serviu de inspiração para me concentrar ainda mais”, disse Beagim.

Os pneus slick de Flat Track também eram novidade para o atleta. Para piorar, as novas regras retiraram o freio dianteiro, outro grande desafio para todos os pilotos. Segundo lugar na semifinal garantido, ele se classificou para a final e entrou na pista bastante focado na vitória.

Corrida tensa, muitos tombos, pista lisa e as Harley-Davidson deslizando e fazendo muito barulho. Emoção e nervos à flor da pele. Beagim largou em segundo lugar, logo atrás de Marcelo Silvério, da Dobruck Racing, de Curitiba. Ele caiu durante a disputa e foi desclassificado, mas, mesmo assim, a experiência foi muito enriquecedora para o piloto.

CONFIRA ALGUMAS IMAGENS:

Veja Também