red-bull-tuk-it-sri-lanka-moto-adventure

Evento anual promovido pela Red Bull percorre 140km em dois dias de competição no Sri Lanka

Que tal reunir os amigos e encarar uma disputa a bordo de um tuk-tuk? Com essa ideia em mente, os moradores do Sri Lanka tornaram os fãs e motoristas desse meio de transporte em legítimos pilotos para encarar uma ‘corrida maluca’.

red-bull-tuk-it-moto-adventure
Pensa que segurar os estáveis tuk-tuks nas curvas era fácil? Foto: Dimitri Crusz/Red Bull Content Pool

Repleto de obstáculos únicos e sistema de competição peculiar, o evento é um dos grandes sucessos locais. No início deste ano, antes da crise sanitária global no país, o evento – conhecido por Red Bull Tuk It – chegou à quarta edição, foi disputado em Dambulla e reuniu 237 equipes em busca do lugar mais alto do pódio. Cada time foi composto por três pessoas, sendo um piloto e dois auxiliares que tiveram a missão de ajudar nas curvas assim como em situações nas quais o meio de transporte ficava preso em algum obstáculo. 

Nesta temporada, por exemplo, veículos tombaram e tiveram de ser reerguidos; outros com dificuldade de passar por trechos com água corrente; enquanto alguns colocavam o corpo para fora, de modo a auxiliar o piloto em alguma curva mais aguda. Isso tudo ao longo de dois dias, em cerca de 140km por meio de asfalto, terra batida, entre outras superfícies. 

red-bull-tuk-it-moto-adventure
A rapaziada levou a sério mesmo a parada e no briefing, todo mundo prestando atenção. Foto: Dimitri Crusz/Red Bull Content Pool

Entre risos e adrenalina em busca da vitória, a competição neste ano contou com fatos históricos: pela primeira vez, uma equipe composta somente por mulheres participou do evento (Team Jenny), além de um time especial, formado por competidores de outros países.

O grande campeão geral foi o time 93-4, enquanto o Team Lion venceu na categoria que julgava o tuk-tuk mais criativo. 

Deixe uma resposta