Rodrigo Dazzi crava novo recorde em Interlagos pela SBK Light e segue líder do Brasileiro

Rodrigo Dazzi
Rodrigo Dazzi

Piloto capixaba tem mantido boa regularidade e já abriu boa vantagem para o segundo colocado

Texto: Redação
Fotos: Luiz Felipe/Two Wheels/Fala Piloto

 

SBK Light

Rodrigo Dazzi (#146), da equipe Castrol, fez história e gravou o seu nome nos principais registros do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. O atual campeão nacional e líder isolado desta temporada acelerou forte na última etapa do SuperBike Brasil, e cravou um novo recorde da SuperBike Light no Autódromo de Interlagos. No comando de sua BMW S1000R 2017, o piloto capixaba alcançou a marca de 1m40s915 – em voltas oficiais de corrida – e superou o tempo de 1m40s967 mantido por Marcelo Skaf desde 2014.

Este resultado coloca Rodrigo Dazzi no topo da lista dos mais rápidos na história da categoria, ficando somente atrás de Ricardo Levy, que detém o recorde geral com a volta de 1m40s913, porém, obtida durante os treinos. Mas, essa diferença de apenas dois milésimos pode ser superada já na 4ª etapa do Brasileiro, prova que será realizada no dia 23 de julho, em Interlagos. Mesmo com motor e a eletrônica originais, Dazzi acredita que a sua BMW pode virar na casa de 1m39s.

Rodrigo Dazzi
Rodrigo Dazzi

“A moto é muito boa e estou bastante satisfeito com ela, apesar de ainda estar me adaptando ao novo equipamento. Meu objetivo para a próxima etapa é melhorar ainda mais o meu tempo e, principalmente, vencer a corrida. A intenção é chegar campeão no final do ano”, resume Dazzi.

O atual campeão Brasileiro iniciou a temporada 2017 da melhor forma possível. Nas três primeiras rodadas obteve três vitórias consecutivas, além de um ponto adicional de pole position. Com estes resultados, Rodrigo Dazzi já abre 21 pontos de vantagem para o segundo colocado e lidera a competição de forma isolada, com 76 pontos.

Na última etapa, realizada no dia 25 de junho, Rodrigo Dazzi protagonizou um duro embate com Vitor Reis (#25), da Pitico Racing Team, e defendeu a liderança ao longo de quase toda a corrida. Logo após tomar a dianteira, ainda na segunda volta – quando cravou o novo recorde da categoria –, o capixaba optou por um traçado mais defensivo e não permitiu a ultrapassagem do adversário. Essa disputa perdurou ao longo das 12 voltas programadas e Dazzi acabou cruzando a linha de chegada em primeiro, com pouco mais de um décimo de vantagem para o adversário.

“Hoje estou um pouco mais experiente e não estou dando mole pra ninguém. Nessa última corrida não consegui abrir vantagem. Tive que cercar e defender a posição. O novo recorde que fiz foi quando ultrapassei o Vitor. Em seguida, deixei de virar rápido para defender a posição. E com isso, o fiz virar lento”, explica Dazzi.

Com essa sequência de bons resultados, o piloto capixaba segue em busca do bicampeonato na SuperBike Light e, principalmente, do acesso para a categoria de elite, a SuperBike, no ano que vem. E para isso, Rodrigo Dazzi já está correndo atrás de algumas parcerias com a BMW Brasil e com a concessionária da marca em Vitória (ES) para deixar o seu equipamento ainda mais competitivo.

VEJA TAMBÉM: Passeio Power BMW: “Terras Altas da Mantiqueira”.

Confira abaixo a classificação da categoria SuperBike Light no Brasileiro após três etapas realizadas:

1º – Rodrigo Dazzi (#146), da Castrol: 76 pontos

2º – Vitor Reis (#25), da Pitico: 55

3º – Danilo Berto (#83), da Full Rider Ducati: 44

4º – Rodrigo de Giovanni (#181), da Motonil Motors / UsatecBSB: 42

5º – Rogério Munuera (#88), da Boi Motos: 18

5º – Carlos Sakurai (#13), da Errera Racing: 18

VEJA TAMBÉM: BMW Rider Experience oferece aos motociclistas cursos de pilotagem e expedições.

DEIXE UMA RESPOSTA