Dotada do moderno propulsor da Meteor 350, a Classic retorna ao linup da marca com o mesmo visual

A querida Classic 500, com suas respectivas variantes, chegou ao fim do seu ciclo de vida, condenada principalmente pelas restrições de poluentas às quais o monocilindro de quase 500cc não podia mais se adequar. Mas a Royal Enfield já previu a falta que o modelo faria em seu linup e adiantou o desenvolvimento de um substituto mais moderno, a Classic 350.

Para começar, a nova Classic ganha o monocilindro de 349cc refrigerado a ar e óleo da Meteor, capaz de produzir 20 cv a 6.100 rpm e 2,7 kgf.m de torque a 4.000 rpm. O motor é acoplado a uma nova caixa de câmbio de cinco marchas e também recebeu um balanceador primário, para reduzir as vibrações. Apesar das restrições cada vez mais rigorosas, o propulsor manteve seu ronco distinto.

Assim como todas as novas Enfields, a Classic é fruto de um esforço intercontinental, com a equipe do Reino Unido tendo projetado um novo chassi para conter o novo motor. Mais rígido, leve e geralmente melhor (usando a Meteor como referência), a nova Classic deve deve inspirar muito mais confiança o piloto. Além do novo chassi, a suspensão também foi revisada e os freios aprimorados, com um ABS Bosch de canal duplo.

Se tudo até aqui já parece bom, a moto deve ficar ainda melhor pois o novo guidão e os assentos mais amplos para o piloto e o passageiro devem melhorar consideravelmente a ergonomia.

Assim como na Meteor, há também um novo painel de instrumentos analógico/digital combinado e uma porta de carregamento USB abaixo do guidão.

Não há informações de preços disponíveis ainda, algo que provavelmente virá junto com a revelação completa no Eicma, em novembro, mas RE estima que a moto chegue nas concessionárias europeias por volta de abril de 2022.

Moto Adventure, a Revista dos Melhores Motociclistas

Let’s Go Together! 

Deixe uma resposta