“Tive que ter paciência para completar a prova”, resume Valcézia sobre 2ª etapa do SBK Brasil

2ª etapa do SBK Brasil
2ª etapa do SBK Brasil

Com a quarta colocação na prova, piloto ocupa agora o 2º lugar na classificação geral

Texto: Redação
Fotos: Marcos M. Carmona/Gilmar Rose/VGCOM

SuperBike Brasil

Mesmo com uma sequência de incidentes ocorridos na 2ª etapa do SuperBike Brasil, Jefferson Valcézia (#99), da equipe Tecfil Havoline Racing Team, segue firme na disputa do campeonato e mantém o foco na conquista do título Brasileiro da categoria SuperSport Pro Amador. O piloto, que havia vencido a etapa de abertura, foi apenas o quarto colocado na última rodada, prova realizada no dia 28 de maio no Autódromo de Interlagos, e com isso caiu para a segunda posição no classificatório geral, com 38 pontos.

Apesar do resultado pouco aprazível, Valcézia teve bons motivos para comemorar na rodada passada: conseguir completar a prova, garantir um lugar no pódio e ainda somar 13 pontos no campeonato. Desde os treinos iniciais, a etapa já anunciava que o piloto de Osasco (SP) teria dificuldades pela frente. E os problemas não tardaram. Logo nas primeiras voltas do treino livre de sexta-feira, o câmbio da Kawasaki Ninja ZX-6R quebrou e, com isso, a participação de Valcézia foi encerrada prematuramente.

2ª etapa do SBK Brasil
Jefferson Valcézia (#99), Tecfil Havoline Racing Team

Para minimizar o prejuízo e o tempo perdido, os mecânicos da Tecfil correram atrás das peças e conseguiram aprontar a moto para a disputa dos classificatórios, no sábado. Jefferson Valcézia voltou para a pista de Interlagos e garantiu participação na disputa da SuperPole – somente com os 15 pilotos mais rápidos. Na sessão decisiva, fechou a marca de 1m46s118 e ficou com a 15ª posição no grid e 2º na categoria Pro Amador.

VEJA TAMBÉM: Kawasaki apresenta a Z650 ABS e aumenta o line up da marca.

Porém, as falhas mecânicas voltaram a prejudicar o desempenho do piloto, desta vez durante a corrida. Ainda na quinta volta, o motor da ZX-6R ficou superaquecido e com isso perdeu potência. Nos trechos de alta, ela não passava dos 220 km/h. E para complicar ainda mais, a moto começou a perder aderência na traseira.

“Não tinha o que fazer. Tive que ter paciência para completar a prova pensando no campeonato. Agradeço a minha equipe por todo o trabalho feito e aos meus patrocinadores. Agora vamos trabalhar firme no condicionamento físico para manter um excelente ritmo na 3ª etapa”, comentou Valcézia.

Com a quarta colocação na última corrida, o piloto perdeu a liderança do campeonato e agora é segundo colocado com 38 pontos. Porém, ele pode retomar a dianteira já na próxima rodada, que será realizada nos dias 23, 24, e 25 de junho, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP).

VEJA TAMBÉM: Tecfil vence bateria e é 6ª colocada na categoria de elite do SBK Brasil.

Confira abaixo a classificação da categoria SuperSport Pro Amador no Campeonato Brasileiro Motovelocidade após duas etapas realizadas:

1º – Leandro Esposito (#32), da Pitico Race Team – 47 pontos

2º – Jefferson Valcézia (#99), da Tecfil Racing Team – 38 pontos

3º – Luis Ferraz (#13), da Tecfil Racing Team –31 pontos

4º – Carlos Eduardo Martinez (#57), da Castrol – 26 pontos

5º – Júlio Cesar Parra (#91), da Gigante Racing Team – 20 pontos

VEJA TAMBÉM: Melhor equipe: Tecfil vence ‘Guidão de Ouro 2017’.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA