Imagine uma estrada serrana pouco conhecida, com ótimo asfalto, cercada por araucárias e alguns trechos em terra. O resultado será um final de semana repleto de emoções

Texto: Celso Renato A. da Silva
Fotos: Marco Mendes

Este roteiro, de aproximadamente 250 km, tem início na rodovia Lorena-Itajubá (BR-459), na cidade de Lorena (SP), e termina em Careaçu (MG), às margens da rodovia Fernão Dias. O passeio mescla trechos de serra, altiplano e muita beleza, com direito a passagem pela estrada serrana denominada “Serra Bonita, um caminho pouco conhecido, com asfalto em ótimas condições e caprichosamente cercado por araucárias. É claro que neste tour não poderiam faltar os trechos aventureiros de fora de estrada para compor um belo passeio.

SERRINHA

Para chegar a Lorena (SP), mais precisamente no início da rodovia Lorena-Itajubá, pegue a saída 51 da rodovia Presidente Dutra, sentido Piquete-Itajubá. O início desta estrada fica em uma planície e na sequência começa a subida de serra. Esse trecho inicial possui algum fluxo de caminhões e asfalto um pouco deteriorado. Na altura do km 14, já em Piquete (SP), pegue a saída à direita para o Pico do Marins. Essa serrinha, além de permitir chegar à base desse famoso pico, possui varias saídas de terra a serem exploradas que dão acesso a cachoeiras, rampas de voo livre e trilhas.

PIQUETE

Piquete é a cidade destaque deste roteiro. Fica próxima ao município de Cruzeiro (SP) e possui grande parte do território dentro de uma área de proteção ambiental, cercada por montanhas, picos e cachoeiras, cenário ideal para a prática do ecoturismo. É também conhecida como “Cidade Paisagem”, graças à sua posição privilegiada no sopé da Serra da Mantiqueira.

Para aqueles que procuram um recanto agradável para descanso, a cidade oferece, além do clima puro e ameno das montanhas, trilhas em plena Mata Atlântica, banhos em cachoeiras e em piscinas naturais, saudáveis caminhadas beirando pequenos riachos de águas cristalinas, pesca em diversos pesque-pague, caminhadas em trilhas abertas, visitas a históricas fazendas cafeeiras da época dos “barões do café”, além de uma deliciosa culinária tropeira e de um saboroso “café da roça”. Há opções também para aqueles que procuram emoções fortes, como a tirolesa “Garganta do dragão” e a Travessia Marins-Itaguaré.

Além de admirar os encantos da serra é possível praticar esportes como montanhismo, trekking, voos de asa delta e paraglider, off-road, cavalgada e ciclismo. Outras opções para o turismo ecológico surgem em locais como Pico dos Marins que, com seus 2.420 m de altitude, é considerado um dos pontos mais altos do estado de São Paulo, e a Cachoeira da Andorinha, com 30 metros de altura.

SERRA BONITA

Depois de explorar a região do Marins retorne para a rodovia Lorena-Itajubá, siga até o km 205 e pegue a estrada à esquerda, sentido Wenceslau Brás (MG). Aqui começará o trecho denominado Serra Bonita. Sinuoso, com asfalto em excelente estado, emoldurado por uma paisagem deslumbrante, em que o prazer da pilotagem é intensificado, a sensação de contornar belas curvas, a visão das serras e o aroma da vegetação abundante irão complementar o passeio.

No entanto, redobre a atenção e reduza a velocidade, pois esta overdose de sensações diminuirá a sua concentração na pilotagem. Aproveite para fazer uma visita ao Complexo Turístico da Serra Bonita. O local possui restaurante, pousada e instalações tradicionais e históricas. Chegando próximo ao trecho urbano de Wenceslau Brás a paisagem muda para pequenas propriedades rurais e pastos até a cidade de Itajubá (MG), principal grande centro desta região.

Ali, na primeira rotatória, logo na chegada da cidade, pegue a direita e cruze a ponte sobre o rio Sapucaí e siga as placas para Cristina/São Lourenço (MG). Seguindo pela MG-383, uma rodovia serrana, mas de fluxo rápido, você vai passar por Maria da Fé e Cristina. Nesse ponto, no entroncamento, siga à direita para Carmo de Minas. Tenha atenção na entrada da cidade e, logo no início do calçamento de pedra, pegue a primeira à esquerda no cruzamento e siga então as placas para Lambari (MG), pela rodovia BR-460.

LAMBARI

Outro destaque deste roteiro é um verdadeiro “poço de tranquilidade”. Lambari é muito procurada pelos turistas e tem o Parque das Águas como sua principal atração. Ali há seis fontes de águas variadas – gasosa, alcalina, magnesiana, levemente gasosa, ferruginosa e picante – além de piscinas de água mineral. No parque, repleto de fontes, até as piscinas são de água mineral. Próximo das estâncias mais famosas de Minas Gerais (Caxambu e São Lourenço), outro atrativo da pequena cidade é o Cassino do Lago, uma imponente construção de 1911, às margens do Lago Guanabara. Para apreciar o prédio por vários ângulos, faça uma caminhada pela pista de cooper ou um passeio de charrete ou de bicicleta. Belas cachoeiras também se espalham pela região. Entre as mais conhecidas estão a de João Gonçalves e a do Roncador, ambas na estrada para Jesuânia, e Sete Quedas, protegida no Parque Estadual Nova Baden, repleto de trilhas.

NA TERRA

Saindo de Lambari siga para a estrada Lambari-Heliodora. Esta estradinha de terra serrana é margeada por belos pastos, cafezais e, nesta época do ano, está bem seca e em alguns trechos a poeira surge em camadas bem densas e profundas, exigindo experiência e técnica. Serão aproximadamente 25 km de aventura até Heliodora, onde novamente o percurso volta pode ser feito pelo asfalto, em uma pista rápida, cercada de pastos e campos agrícolas pela rodovia MG-456, chegando ao final dessa nossa jornada nas margens da rodovia Fernão Dias, em Careaçu( MG).

DICAS

– A moto utilizada neste tour foi uma Kawasaki Versys 1000, 2016, máquina excelente para viagens com extremo conforto e também condução em estradas de terra com segurança, permitindo este tipo de aventura com tranquilidade.

– Esta rota permite motociclistas iniciantes, mas, no último trecho, em terra, é recomendável que seja percorrido acompanhado por motociclistas mais experientes, pois alguns trechos possuem dificuldades exigindo mais técnica.

– Com piso seco é possível fazer todo o percurso com pneus originais com segurança.

ONDE FICAR

Hotel Serra Bonita (35) 3624-1456

Rodovia Itajubá-Lorena, km 203, 5 – s/n, Delfim Moreira (MG)

www.serrabonita.com.br

SERVIÇOS

Aventur (11) 99296 4677 – Fale com Celsinho, que organiza trips on e off-road Brasil afora.

www.aventur.tur.br).

APOIO

Rota K – Alpinestars – Bell

*Matéria publicada na edição #189 da revista Moto Adventure.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here