1º Enduro da Madrugada Big Trail: Madrugada Adentro!

Participamos do 1º Enduro da Madrugada Big Trail, evento realizado em Curitiba (SC)

TEXTO E FOTOS: ROSA FREITAG

Na 33ª edição do Enduro da Madrugada, tradicional prova de regularidade promovida pelo Trail Clube de Curitiba (TCC), foi incluída uma nova categoria, para motos Trail e Big Trail. A intenção foi introduzir a modalidade para os que curtem andar em estradas de terra e nunca participaram de enduros, além de proporcionar diversão aos veteranos das competições que possuem Big Trails.

Nos últimos anos, está havendo uma revolução no enduro de regularidade: a planilha de rolo de papel e os equipamentos de navegação, caros e complicados de usar, foram substituídos por uma planilha eletrônica, que funciona em um aplicativo gratuito para celular Android, o Totem Rally. Embora o app tenha muitos recursos, a navegação descomplicou, preservando a emoção de tentar andar “no tempo” e não cometer erros. Percebendo esse contexto favorável, Luís Fernando Silva e Marcelo Ribeiro, da equipe Lavailama, levantaram o percurso e Raphael Margraf fez a planilha para o 1º Madrugada Big Trail, por 75 km de estradas de terra na região de Campo Largo, próxima a Curitiba. Cassius Fernandes, Diretor Técnico do TCC, conferiu a planilha e ministrou um cursinho de navegação antes da prova.

Há alguns meses, os interessados trocavam ideias em um grupo de WhatsApp e, dois dias antes da prova, Giovanna Basilio, de Curitiba, me contatou, insegura por nunca ter participado de um enduro e com pouca experiência no off-road. Ela perguntou o que eu achava dela participar com sua Suzuki V-Strom 1000. Sugeri que fôssemos em dupla, algo que sempre quis experimentar, pois isto também requer estratégia e espírito de equipe.

O custo de apuração da prova com planilha eletrônica é alto, pois cada participante precisa levar dois aparelhos de GPS, que registram o momento da passagem pelos “PCs” (postos de controle). A tolerância para “zerar” um PC é de mais ou menos três segundos. Antigamente, pessoas ficavam nos PCs anotando a passagem de cada piloto. Hoje, os PCs são pontos virtuais e os competidores só ficam sabendo onde estavam os postos ao receberem o “boleto” (extrato de PCs, horário de passagem e pontos perdidos) gerado após a devolução do GPS, no fim da prova. Essa estrutura de apuração compartilhada com o Enduro da Madrugada viabilizoua prova com 12 inscritos na categoria individual e nove duplas.

Viajei de São Paulo a Curitiba com a Kawasaki Versys X-300 e deixei a moto por algumas horas na fábrica da IdeaPro, para fazer o molde do suporte para malas laterais. Eles podem projetar e fabricar suportes para qualquer motocicleta, para uso com as malas de alumínio, que também são fabricadas sob medida (basta combinar de levar a moto até lá).

Conheci Giovanna pessoalmente pouco antes da prova e fizemos um simulado de aferição, a calibragem do hodômetro do celular em pontos determinados na planilha, para evitar discrepâncias na prova. Anoiteceu e fixamos faroletes de bicicleta aos capacetes, pegamos os GPS e numerais, acertamos os celulares com o relógio da prova e os posicionamos nos suportes de guidão.

Com largadas após as 21h e término após a meia-noite, os corajosos participantes desta primeira edição concluíram a prova eufóricos e ansiosos pela próxima. Herbert Zgoda, que veio do Rio de Janeiro, afirmou: “O incrível é que participei desta prova quando tinha 18 ou 19 anos. Foi uma grande alegria estar de volta, 30 anos depois”. Já Emerson Woehl disse ter sido uma surpresa saber do sistema de navegação por app. “Foi divertido, devido à dificuldade de andar sobre pedras soltas com pneus praticamente lisos e dentro do tempo projetado na planilha, que gera o prazer de conduzir na prova. Quase no final, nos perdemos na navegação, aquela pegadinha do enduro, foi quando passaram Rosa e Giovanna. Finalizamos a sequência até o Neutro (ponto de parada e ajuste de tempo perdido) e seguimos navegando de novo na prova até o final. Chegamos em quinto lugar, muito contentes, pois conseguimos ir ao pódio”, comemorou Emerson. 

Rodrigo Bonfim salientou que foi melhor fazer a prova em dupla do que sozinho. “Desisti da inscrição solo para ir em dupla na última hora. Meu parceiro, Tommy Darcie, puxou a navegação ao longo de boa parte da prova, e foi demais”, conta. Já Marcio Henrique comentou a emoção de ter participado pela primeira vez de um enduro de regularidade, ainda mais, noturno. “Sempre tive interesse na modalidade, mas achava o custo dos equipamentos alto. Esse método de navegação por aplicativo será um incentivo para muita gente. Que venham mais provas como essa”, afirmou.

Marcelo Vargas também apreciou a experiência de participar de um enduro de verdade. “Achei as médias desafiadoras para minha BMW GS1200 no escuro, mas foi muito legal. Eu já havia participado como navegador em Raids de jipe, mas nunca tive a chance de pilotar. Agora, estou fisgado”. Fabiano Meira compartilha com os demais as boas impressões do evento. “Sempre gostei de velocidade e competição, mas a regularidade foi amor à primeira vista. Adorei os desafios e ter feito parte disso, assim como muitos marinheiros de primeira viagem, como eu”.

Da minha parte, posso dizer que foi gratificante incentivar Giovanna – ela foi picada pelos bichinhos do off-road e da regularidade. Pilotamos com calma, coragem e foco na planilha, cometemos poucos erros e nossa parceria deu muito certo! A dupla vencedora, Julio Cesar Correa e José Alberto Kudlavies, somou apenas 149 pontos perdidos. Em segundo lugar, ficaram Luiz Mario e Luiz André Moro, e em terceiro, Rodrigo Bonfim e Tommy Darcie. Eu e Giovanna ganhamos os troféus de quarto lugar e, em meu “boleto”, 512 pontos perdidos em 37 PCs, seis deles “zerados”. Em quinto lugar, Herbert Zgoda e Emerson Woehl. Na categoria individual, os contemplados foram: 1º) Leandro Dalke; 2º) Allan May; 3º) Ewerson Zeni; 4º) Marcelo Vargas; e 5º) Julio Cesar Fiori.Entre os participantes, foram sorteados vales-descontos da Jarva e IdeaPro.

Em 2020, além do Madrugada, haverá outras competições de regularidade para Big Trails no Paraná e no interior de São Paulo. Fiquem ligados no site da Moto Adventure para saber as novidades!

Apoio:

IdeaPro malas e acessórios (41) 3699-3341 / 99644-4741.



You don't have permission to register
%d blogueiros gostam disto: