apresentacao-ducati-multistrada-950s-2021-design-consagrado

Com design consagrado e repleta de tecnologia, nova integrante da família aventureira chega com muitos atrativos para conquistar quem busca por uma big trail estilosa e recheada de tecnologia

Texto: André Ramos Fotos: Divulgação

Lançada na Europa há exato um ano (a versão standard foi lançada por lá em 2017), a Multistrada 950 S é uma trail vestida de smoking que passa a compor o line up da marca aqui no Brasil, sendo uma das mais sofisticadas em sua categoria.

Além do visual consagrado, ela traz muita eletrônica embarcada, que aparece no painel em TFT de 5” com conexão via Bluetooth e que pode ser pareado com smartphones e também, com o app Ducati Link.

As suspensões são semi-ativas com um garfo invertido de 48 mm de diâmetro e atrás, um monoamortecedor Sachs, com múltiplas regulagens, e apresentam sistema de ajuste eletrônico Ducati Shy Hook (DSS), um conjunto de válvulas que abrem e fecham automaticamente. Além dos presets de fábrica, o piloto ainda pode personalizá-las, tanto pelo painel, como pelo celular.

Graças à sua IMU (Unidade de Medição Inercial) de seis eixos, a moto conta com ABS e controle de tração otimizados para curvas e faróis que se acendem à medida que a moto inclina em curvas. Além disso, a MTS 950 S apresenta iluminação full LED, quatro modos de pilotagem (Urban, Sport, Touring e Enduro), quickshifter, assistente de saída em rampa (VHC – Vehicle Hold Control), chave presencial keyless, punhos retroiluminados, piscas com desligamento automático e cruise control.

Seu motor é o já famoso bicilíndrico Testastretta de 937 cm3, arrefecido a líquido e alimentado por injeção eletrônica, com acionamento de válvulas desmodrômico com intervalo de abertura e fechamento de 11o, que desenvolve 113 cv a 9.000 rpm e torque de 9,8 kgf.m a 7.750 rpm, sendo que deste total, 80% já estão disponíveis a partir dos 3.500 rpm, segundo a Ducati.

O chassi é tubular treliçado, enquanto que o subquadro é de alumínio, pintado de preto, o mesmo ocorrendo com o quadro elástico.

Os freios são Brembo, com pinças de fixação radial e discos de 320 mm na frente, enquanto que atrás há um disco de 275 mm. As rodas são raiadas (19″/17″), mas com sistema de fixação de raios na borda do aro, o que permite com que sejam equipadas com pneus Pirelli Scorpion Trail 2, sem câmara. O assento conta com duas possibilidades de altura (820 e 860 mm).

De acordo com a fábrica, após a primeira revisão de 1.000 km, as próximas somente serão efetuadas a cada 15.000 km e a garantia é de dois anos, podendo ser estendida por até mais 36 meses, dentro do programa Ever Red.

Montada em Manaus (AM), A Multistrada 950 S está disponível nas cores vermelha e cinza, com preço sugerido de R$ 94.990.

Deixe uma resposta