Conversamos com Alessandro Carvalho Moran, da Cycle Seguros, para conferir alguns pontos importantes na hora de assegurar sua máquina

Escolher um seguro para sua parceira de duas rodas pode ser uma tarefa mais complexa do que parece. É preciso ter atenção aos detalhes, ler as entrelinhas do contrato e saber exatamente o que você está adquirindo.

Alessandro Carvalho Moran, da Cycle Seguros, fez as seguintes recomendações iniciais: “Tomar cuidado com o perfil, fazer em uma seguradora legalizada e procurar uma cobertura que atenda o que você precisa.” Em seguida, separou alguns tópicos para análise.

  • Extensão de perímetro
    “Algumas seguradoras têm cobertura automática para o Mercosul, o que não inclui o Chile. Outras tem cobertura para Mercosul e Chile e algumas não tem cobertura de extensão de perímetro para quem não mora na região Sul do país.”
  • Assistência 24h
    “Cada seguradora trabalha com uma distância de assistência 24 horas. Temos cobertura de 200, 250, 300, 500 e 1000 quilometros, ou com distância ilimitada.”
  • Coberturas
    “Hoje temos opção de contratação da cobertura somente de perda total. Em alguns modelos, isso torna o seguro viável e, para o segurado, não faz muita diferença. O preço das peças está cada dia mais absurdo e, quando voce realmente sofre um tombo, o valor do conserto pode facilmente superar o valor da moto.”
  • Acessórios
    “Aquela mala original BMW/Triumph, que custa entre 5 e 7 mil reais, ou o escapamento de uma Ducati, que pode chegar a 50 mil reais, não veio no seu modelo original de fábrica mas foi instalado na concessionária, não têm cobertura. Algumas seguradoras oferecem a opção de contratar o seguro de acessórios e outras só permitem aumentar o valor da tabela fipe.”

Seguros para o motociclista

“Além do seguro da moto, o brasileiro está descobrindo, cada vez mais, a importância de ter um seguro que vá além da motocicleta, com um custo que pode ser bem razoável.”

Seguro de viagem nacional e internacional
“Muitas pessoas que viajam para fora do país costumam contratar o seguro viagem para cobrir eventuais acidentes e despesas médicas. Voce já consultou as condições gerais daquele seguro viagem que voce contratou pela internet e tem certeza que ele cobre acidentes de moto? Pois é, as pessoas não se atentam a pequenos detalhes e só descobrem da pior forma.

O mesmo seguro para viagem internacional existe para viagens nacionais com o custo muito mais baixo? Se você sofrer um acidente longe de um grande centro, você já pensou em como vai ser feita a remoção?”

Seguro de invalidez
“Muita gente ainda não gosta de pensar, mas o risco existe e, hoje, um seguro para invalidez com cobertura de 2 milhões de reais custa R$ 116,00, mais barato que duas pizzas, e, caso ocorra algo grave, são 2 milhões que você terá para não se preocupar.”

Seguro de diária de incapacidade temporária – DIT
“Esse seguro existe para profissionais liberais e empresários que não são registrados e, em caso de acidente, ficariam sem trabalhar e sem renda. Você pode contratar seguro para receber uma diária de 50,00 até 2.000,00 reais em caso de acidente em que fique afastado por mais de 7 dias. Esse seguro tem custo a partir de 100,00 por mês também.”

Esperamos que estas informações te ajudem a fazer uma decisão mais informada na hora de contratar um seguro para sua moto e para suas viagens.

Aproveite para deixar um like, compartilhar e comentar!

Moto Adventure, a Revista dos Melhores Motociclistas

Let’s Go Together! 

Deixe uma resposta