Yamaha XJ6 zerada chega às mãos de customizador, que tem a missão de transformá-la em uma motocicleta de 4 cilindros, com detalhes que remetessem à antiga Honda CBX 750 F, a lendária “7 Galo”. Acompanhe o processo de “mutação” da máquina

POR GUILHERME DERRICO
FOTOS: RICARDO KRUPPA

Focada em customização de motos que atendam às necessidades e particularidades da mobilidade urbana, a Bendita Macchina, oficina localizada no bairro paulistano de Pinheiros, teve um desafio e tanto quando o empresário Fabiano Gontijo Borges, 36 anos, de Unaí (MG), bateu à sua porta e disse: Desejo uma motocicleta exclusiva, que relembre detalhes da antiga “Honda 7 Galo”, porém, com 4 cilindros, que una conforto e modernidade em suas linhas.

Depois de trocar umas ideias, Rô Marcondes, um dos proprietários da customizadora, alertou para o seguinte fato: “Podemos fazer uma 7 Galo, entretanto a máquina vai ter toda aquela herança de moto antiga, podendo envolver uma eventual retífica de motor, entre outros aspectos”, afirma Marcondes. Na sequência de outro bate-papo com o cliente, os profissionais da oficina sugeriram que a motocicleta ideal para realizar esse projeto seria a Yamaha XJ6, o que tornaria o processo mais moderno.

“O desafio foi grande, principalmente por causa de alguns aspectos, como o chassi e o tanque, que deram bastante trabalho para conseguirmos o acerto. A propósito, o tanque foi desenvolvido exclusivamente para essa moto e teve seu bocal original mantido, para que o dono usasse a mesma chave tanto para ignição quanto para o abastecimento do combustível. Outra batalha foram as rodas, pois o cliente queria uma roda raiada, com pneus Firestone Deluxe, que remete aos anos 1970, e realizar esse processo numa XJ6 não é nada fácil. Para que isso acontecesse, utilizamos o cubo de uma Yamaha XT 660, pois isso facilitou um pouco o trabalho”.

Ciclística mantida

A Bendita Macchina não altera a ciclística da moto, ou seja, berço, chassi, motor e suspensão são mantidos originais de fábrica, e essa máxima foi mantida nessa Yamaha. “Alguns elementos são bem legais, como a possibilidade de ligar a moto no punho, buzina, piscas e faróis também contaram com uma atenção especial. Na traseira foi inserido um farol de LED, embutido no chassi. Esse farol foi construído no formato de bolas, sendo que todas freiam e só as duas da ponta piscam. O banco é solo, pois o cliente não queria garupa. De última hora foi pedida a utilização de um semiguidão, então tivemos que usar esse acessório em cima da mesa. O painel é digital e, tirando o RPM, que é exibido de forma analógica, todas as outras informações são passadas no modo digital. O cromo da suspensão não deveria estar aparente, então fechamos essa parte e a usamos como suporte dos faróis. Aros e punhos foram polidos, e o escapamento é de inox com as soldas aparentes, outro pedido feito pelo proprietário da moto. Uma particularidade técnica dessa motocicleta é que o suporte do motor foi feito por cima, ou seja, tivemos que desenvolver uma espécie de armadura, com uma entrada de ar falsa para esconder esse suporte. Talvez, esse tenha sido o maior desafio desse projeto”, conta Marcondes.

Grafismo invocado

O grafismo ganhou uma atenção especial e deveria passar uma ideia de ferocidade. Então, tanto o desenho da finalização do quadro quanto do tanque acompanham as mesmas linhas. “Olhando o grafismo pelo lado inverso do chassi, é possível notar que o desenho se parece com uma boca, portanto, após o término do projeto, demos o nome da máquina de ‘Pac Man’. A cor dessa moto foi feita com exclusividade para esse modelo. O processo todo levou cerca de 5 semanas para ser concluído. Esse é o tempo médio que levamos para construir nossas máquinas”.

Segundo Rô Marcondes, o cliente é um apaixonado por motos customizadas e, inclusive, já tem duas outras máquinas exclusivas. “Ele gosta muito de participar do projeto, de ver a coisa acontecer. O Pac Man vai servir para ele andar forte nas estradas de Minas Gerais. Apesar de pilotar com tranquilidade, o dono da motocicleta gosta de potência e, quando precisar dessa força, ele terá”.

SERVIÇO:

Bendita Macchina. Rua Ferreira de Araújo nº 1056, Pinheiros, São Paulo (SP).

Tel: (11) 98277-0009

contato@benditamacchina.com

VEJA MAIS DETALHES DO “PAC MAN” NA GALERIA ABAIXO:

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here