Ducati Multistrada 950: Estradeira versátil

Último lançamento de 2017 da italiana Ducati, Multistrada 950 fecha o ano com chave de ouro. Apelos do modelo são o torque e a boa relação entre consumo e desempenho

Texto: Guilherme Derrico
Fotos: Divulgação

Ducati Multistrada 950

Versatilidade e acessibilidade em uma moto touring premium. Essa é a proposta da nova Ducati Multistrada 950. “Trata-se de uma motocicleta racional, versátil, que apresenta muito mais conforto. O lado emocional é afetado positivamente na condução dessa raridade”, diz Fernando Filie, gerente de comunicação e marketing da Ducati no Brasil. A moto foi apresentada à imprensa no último dia 4 de outubro, no Haras Tuiuti, interior de São Paulo, e Moto Adventure estava lá.

Eu tenho a força!

Torque e potência são características marcantes da Ducati Multistrada 950 (113 hp @9000 rpm/ 9.8 kgm – 71 lb-ft @ 7750 rpm). A motocicleta ganha 80% de torque máximo disponível entre 3.500 rpm e 9.500 rpm, uma entrega ideal para um estilo de condução suave. A suspensão Kayaba é totalmente ajustável e conta com 170 mm (ajuste manual). A roda dianteira é de 19” e possui disco duplo de 320 mm M4.32 calipers monobloco. O tanque tem capacidade de 20 litros.

As alças do passageiro foram redesenhadas e permitem o acoplamento das malas laterais, sendo elas de plástico ou alumínio. O assento foi projetado para oferecer uma ergonomia acertada e bastante conforto. O carter ganhou um  protetor reforçado com tecno-polímero, enquanto o escapamento apresenta um silenciador com acabamento na cor preta.

As pedaleiras são em liga metálica de alta pressão e alavancas forjadas. O disco de freio traseiro é de 265 mm. O painel é um show à parte e apresenta a tecnologia Ducati Multimedia, com visor de LCD. A distância entre eixos é de 1594 mm, sendo que o peso em ordem de marcha é de 227 quilos. Disponível em duas cores (branca e vermelha), o preço sugerido é de R$ 59.900,00. “A moto ficou muito mais leve se comparada à Multistrada 1200, porém, conta com uma força incrível. Ela é bastante versátil, boa nas retas e boa nas curvas. A Ducati acertou mais uma vez!”, relata o jornalista Marcos Barros, de Moto Adventure.

Packs

Aproveitando o lançamento da máquina, a linha de  acessórios e vestuário da marca italiana também ganhou novos itens. A moto pode ser personalizada nos estilos touring, sport, urban e enduro. O “touring pack” apresenta um cavalete central e um conjunto de malas laterais rígidas. O “sport pack” tem silenciador homologado, conjunto de tampas do quadro em alumínio e uma tampa do reservatório do fluido de freio exclusivo. O “urban pack” conta com um kit top case, cabo de energia com porta USB e bolsa de tanque. Para finalizar, o “enduro pack” ganhou uma cobertura no motor, pedaleiras em aço, malha protetora para radiador, conjunto adicional de faróis em LED e protetor lateral em tubos de aço. “Estamos com uma extensa gama de vestuário técnico para ser utilizado em qualquer situação de condução, além desses acessórios citados, que farão a diferença para a segurança e conforto do piloto”, conta Filie.

Com que roupa eu vou?

Confira algumas novidades que não podem faltar no guarda-roupa do “ducatista”:

Jaqueta de tecido Strada C3: projetada para passeios longos em qualquer clima. Ela é durável, à prova d’água e ventilada graças aos materiais de alto desempenho usados em sua fabricação: membrana Gore-Tex, tecido durável e elástico Mugello, e forro fixo Nanofeel. O forro térmico interno pode ser removido e usado apenas parcialmente uma vez fora da moto. O traje é equipado com protetores Pro-Armor leves e ergonômicos que moldam ao corpo graças ao calor corporal. Fabricada pela Dainese e projetada pela Drudi, a jaqueta também é oferecida em versão feminina e pode ser combinada com as calças Strada C3 usando um zíper.

Calças de tecido Strada C3: perfeitas para todos os tipos de viagem, são duráveis, à prova d’água e ventiladas graças aos materiais de alto desempenho: membrana Gore-Tex, tecido durável e elástico Mugello, e forro fixo Nanofeel. Quando necessário, elas podem ser ventiladas por entradas de ar ou térmicas graças ao forro térmico removível. O tecido elástico e os diversos ajustes, assim como as proteções Pro-Armor leves e ergonômicas que se moldam ao corpo, melhoram o conforto. Fabricadas pela Dainese, as calças também são oferecidas em versão feminina e podem ser combinadas com a jaqueta Strada C3 através de um zíper conveniente.

Luvas de tecido-couro Tour C2: fabricadas em tecido e couro com certificação CE, são produzidas pela Rev’it para a Ducati, para ser combinada com o traje de mesmo nome para uso em turismo. Essas luvas polivalentes fornecem conforto em todas as situações com um estilo turismo esportivo leve. Fabricada com uma combinação de couro de cabra durável e tecidos têxteis, essas luvas possuem forro Hydratex à prova d’água e proteção de duplo componente na palma da mão com proteção dura para os dedos. Uma ótima combinação de recursos técnicos e conforto, perfeita para sua pilotagem diária ou para viagens longas.

Botas Técnicas Ducati Corse City: A aparência esportiva e premiada das botas baixas Ducati Corse City é a evidência mais clara do atento trabalho de desenvolvimento realizado em conjunto com a TCX. Conforto e proteção com certificação CE são garantidos tanto em ambientes urbanos quanto para passeios turísticos de curta distância. A parte superior é composta por uma combinação de couro de camurça, tecido de microfibra “soft-touch” que facilita a aderência no quadro da motocicleta e tecido de malha, para que o colarinho seja flexível e confortável. A estrutura é enriquecida pela inserção de diversas microinjeções, incluindo uma barra frontal tridimensional.

VEJA TAMBÉM: Ducati XDiavel Dark: Músculos de Aço.

DEIXE UMA RESPOSTA