Entre o céu e a terra: Viagem de moto pelos caminhos do sul de Minas

Caminhos do Sul de Minas
Caminhos do Sul de Minas

Montanhas, estradas rodeadas por incríveis paisagens e a típica cordialidade mineira aguardam os motociclistas nos “Caminhos do Sul de Minas”

Texto: Celso Renato A. da Silva
Fotos: Marco Mendes

Caminhos do Sul de Minas

Em meio à deslumbrante paisagem da Serra da Mantiqueira, em sua porção no estado de Minas Gerais, abrem-se caminhos que sobem da terra às portas do céu. É ali que surgem os chamados “Caminhos do Sul de Minas”, uma região repleta de montanhas íngremes, onde a cultura e a hospitalidade do povo são capazes de materializar os sonhos em experiências únicas e enriquecedoras. Se você gosta de descobrir lugares pouco explorados, junte-se a nós nesse roteiro aventureiro. Nosso tour passa por pequenas cidades mineiras e tem início em Careaçu e segue por Heliodora, Natércia, Santa Rita do Sapucaí, Cachoeira de Minas, Conceição dos Ouros, finalizando em Consolação. São caminhos que seguem por trechos on e off-road, com trecho “aventureiro” de aproximadamente 120 km.

NA ESTRADA

Para chegar a Careaçu, onde iniciamos esse roteiro, quem vem da capital paulista ou das bandas de Belo Horizonte (MG), a dica é pegar a Rodovia Fernão Dias (BR-381), já que cidade fica a 347 km da capital mineira e a 235 km de São Paulo. Siga por essa rodovia e dali, ainda por asfalto, acesse a Rodovia Renato Nascimento (MG-348) até Heliodora, onde começará o trecho fora de estrada. Mas antes reserve um tempo para descobrir mais sobre a região.

Rodovia Renato Nascimento
Rodovia Renato Nascimento

HELIODORA

Essa tranquila cidade tem como principais pontos turísticos belas cachoeiras, cavernas e montanhas. A cidade possui boa infraestrutura para acolher com bastante conforto os seus visitantes e está próxima das cidades de Lambari, São Lourenço, Caxambu, Cambuquira, Pouso Alegre e Varginha. Um dos principais pontos turísticos da região é a Cachoeira do Altair. Nesse local, existem várias trilhas que levam a lugares pitorescos, abaixo e acima da cachoeira. Recomendamos também a visita à Cachoeira do Pedrão, localizada no Bairro da Floresta. Esta cachoeira possui queda d’água de 40 metros que cai de uma rocha e forma um poço estreito, comprido, cercado de pedras e cavernas.

Cachoeira do Pedrão - Heliadora
Cachoeira do Pedrão – Heliadora

TERRA

Após atravessar a cidade de Heliodora, siga viagem pela estrada José Lino Neto (em terra) rumo a Natércia. Esse caminho, no seu trecho inicial, é margeado por cafezais e na sequência surge uma serrinha sinuosa com muitas pedras, que exigirá mais técnica e resistência do piloto para ser superada. Para compensar, a vista é cada vez mais deslumbrante, à medida em que a altitude aumenta. Em Natércia, uma pequena cidade de 4.000 habitantes, cruze a região central e continue o roteiro por terra, agora sentido Santa Rita do Sapucaí. Esse trecho de serras e vales passará pelas Serras da Bela Vista e da Manoela. Vá com calma e curta cada quilômetro.

Estrada Natercia - Santa Rita de Sapucai
Estrada Natercia – Santa Rita de Sapucai

SANTA RITA DO SAPUCAÍ

Conhecida nacionalmente por sua vocação tecnológica e por abrigar Instituições de ensino e de pesquisa e mais de 120 micros e pequenas empresas nos segmentos da eletrônica, telecomunicações e informática, essa cidade conta com belas paisagens, cenários perfeitos tanto para aqueles que buscam tranquilidade como para quem gosta de aventura. Destaque para a Serra do Paredão, que proporciona sintonia ideal para os amantes da natureza ou praticantes de voo livre. A cidade tem também forte vocação para o turismo religioso, pois ali fica o Santuário Arquidiocesano de Santa Rita de Cássia, que integra os chamados “Caminhos da Fé”. A cidade se destaca também quando o assunto é agropecuária, produção de café, leite, semente de milho e arroz. É a cidade de maior porte e infraestrutura deste roteiro.

VEJA TAMBÉM: Caminhos da história – Região entre São Paulo e Rio de Janeiro.

VOLTA À TERRA

Deixe Santa Rita do Sapucaí para trás e siga pela rodovia BR-459, sentido Piranguinho. Após o km 129 vire à direita e pilote por terra sentido Cachoeira de Minas. Essas estradinhas de terra estão em bom estado e permitem um bom ritmo de deslocamento. Elas são margeadas por pequenas propriedades rurais, compostas por cafezais e pastos. Acelere, mas sempre com muita atenção.

Em pouco tempo você estará em Cachoeira de Minas, cidade que possui estrutura típica de “cidade do interior”, com ruas pavimentadas com paralelepípedos, casas antigas, uma praça central com uma Igreja Matriz. Sua população é bastante receptiva e a cidade organiza uma festa junina bem tradicional, uma das mais badaladas da região, com direito a uma fogueira gigante e grande queima de fogos – tanto que a cidade ganhou o apelido de “Terra da Fogueira”. Um dos pontos turísticos desse município é a Cachoeira da Usina, que está dentro do distrito do Itaim. Este é um dos locais mais visitados pelos turistas que vão até lá para apreciar a beleza da fauna e da flora da região.

VEJA TAMBÉM: Pilotando pelo Circuito das Cavernas da Mata Atlântica – Parte 1.

Igreja Cachoeira de Minas
Igreja Cachoeira de Minas

TRECHO FINAL

Depois de curtir a bela e pacata Cachoeira de Minas, siga rumo à rodovia MG-173. Cruze essa rodovia e na sequência atravesse o Rio Sapucaí-Mirim, sentido ao Clube de Campo Catadupas. Siga então pela estrada Boa Ventura (em terra) paralela ao rio, em direção a Conceição dos Ouros. Esse trecho é relativamente curto, com aproximadamente 6 km. Ao chegar à cidade cruze pela Avenida Barão do Rio Branco, depois pela Rua Bueno de Paiva e, ao final desta, siga por terra rumo a Consolação, final do percurso mais aventureiro deste tour. A partir de Consolação será possível seguir pela rodovia MG-295 sentido Rodovia Fernão Dias, na altura da cidade de Cambuí. Apesar de esse trecho ser em terra, ele é bem largo, com piso bem compactado, que permite o fluxo de qualquer tipo de veículo em bom ritmo.

A moto utilizada neste tour foi uma Kawasaki Versys 650 TR 2016, excelente para viagens com extremo conforto e também condução em estradas de terra com segurança, permitindo este tipo de aventura com tranquilidade.

Este roteiro possui alguns trechos mais técnicos e pilotos iniciantes devem estar acompanhados por pilotos mais experientes. Com piso seco é possível fazer todo o percurso com pneus originais.

VEJA TAMBÉM: Big Trip – Caverna do Diabo (SP) – História, curvas e cavernas.

ONDE COMER

Armazém Bertolotti (35) 3435-4813

Estrada Municipal Vereador Tica Bertolotti, s/n, Bairro do Rodeio, Extrema (MG).

SERVIÇOS

Aventur (11) 99296-4677

Fale com Celsinho, que organiza trips on e off-road Brasil afora www.aventur.tur.br.

APOIO

Kawasaki – Alpine

VEJA TAMBÉM: Tour off-road – Viagem de moto pelo interior paulista.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA