Eric Granado é líder invicto no SuperBike Brasil

Superbike Brasil
Superbike Brasil

Campeonato brasileiro de motovelocidade tem garantido boas disputas entre os pilotos

Texto: Redação
Fotos: William Lucas/Vipcomm

SuperBike Brasil

Eric Granado, #151, da Honda Racing, chegou com tudo ao SuperBike Brasil assumindo a liderança do campeonato, com 52 pontos e boa folga em relação aos adversários. A classificação é merecida, visto que o desempenho do piloto tem sido surpreendente. Nas primeiras etapas do ano, ele cravou as duas pole positions, quebrou o recorde da pista de Interlagos com o tempo de 1min36s079 e está invicto.

Quem aparece na sequência é Alex Barros, #4, da Alex Barros Racing, com 36 pontos. O maior nome da motovelocidade brasileira voltou às pistas depois de 10 anos e está com dificuldade em segurar Granado. A disputa também está mais complicada para Diego Faustino, da #68, também da Honda. O piloto é o atual campeão da categoria e está na cola de Barros, com a mesma pontuação. Já Wesley Gutierrez está mais distante do líder com a somatória de 23 pontos. Logo atrás está José Luiz Cachorrão, #51, com 22 pontos e ocupando o 5º lugar.

VEJA TAMBÉM: Eric Granado vence a segunda etapa do Superbike em Interlagos.

SuperBike Brasil
SuperBike Brasil

Pro Amador pegando fogo

Na SuperBike Pro Amador, Diego Viveiros, #23, da Tecfil Havoline Racing Team, também chega com sede de vitória. O piloto é o primeiro colocado com 42 pontos e vem forte para a 3ª etapa para manter a liderança. O competidor fez boa prova na primeira disputa da temporada e garantiu a vitória, mas na etapa seguinte ficou em terceiro. Ainda assim, o fim de semana foi importante para conseguir baixar o tempo em 1s01.

Com diferença de nove pontos, Fabio Nalin, #47, da Sport Plus Racing, está na vice-liderança (33 pontos). O piloto garantiu dois pódios no campeonato e segue bem na disputa. Alex Borges, #44, da Pitico Race Team, aparece na terceira colocação, após vencer a 2ª etapa da categoria com 27 pontos.

VEJA TAMBÉM: Sonho e superação: Viagem de moto para o Deserto do Atacama, Chile.

Adrenalina ao extremo

Marcelo Skaf, #177, da Motom, conta com a melhor pontuação da SuperBike Extreme. Com uma vitória e um 3º lugar no campeonato, o piloto soma 41 pontos e é está no topo da classificação. Nallin ocupa a 2ª colocação (31 pontos), seguido de Borges com 25 pontos.

Master em disputa

Na categoria SuperBike Master, a disputa está bem acirrada. Elson Tenebra Otero, #2, da Suzuki/Econs/Concard/CNM, está na liderança, mas empata com o adversário Ricardo Seiji Hayashi, #36, da Hayashi Racing Team, em número de pontos. Com uma vitória cada, ambos somam 46 pontos. Garantir o lugar mais alto no pódio na 3ª etapa será importante para Tenebra abrir vantagem.

Já na SuperBike Extreme, a disputa está mais acirrada. Felipe Comerlatto, #184, venceu a última prova e assumiu a liderança com 38 pontos. Bruno Corano, #34, da Kawasaki Racing Team caiu para a 2ª colocação com pequena diferença (36 pontos). Na sequência, está Maurício Paludete “Linguiça”, #80, da Misano Racing Team, com a mesma pontuação de Corano.

O piloto Jirius Semaan Aboud, #100, da Norte Minas Racing Team, segue forte na busca pelo título da SuperBike Extreme Master. O piloto está invicto e soma 50 pontos, enquanto Rogério Gentil, #31, da Duda Racing Team, está na vice-liderança com 42.

Próxima etapa do SuperBike Brasil acontece no domingo (25), no Autódromo de Interlagos, São Paulo.

VEJA TAMBÉM: GP Gerais: O bicho vai pegar!

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA