Os atuais campeões da competição possuem desafios ainda maiores nessa edição

POR REDAÇÃO

FOTOS: JANJÃO SANTIAGO

Vem aí mais uma competição para os adoradores do off road! A 36ª edição do Enduro da Independência, a mais antiga prova de Regularidade do Brasil traz muitos desafios aos participantes. Serão quatro dias de competição, cerca de 600 quilômetros de muitas trilhas, pedras, cavas, lama e médias de velocidade altas. Para os pilotos Jomar Grecco e Fábio Amaral, da Yamaha O2BH América Racing, a carga será mais pesada. Eles carregam os títulos de atuais campeões e, se vencerem, farão história e chegarão onde antes nenhum piloto conseguiu.

Grecco quer conquistar o seu quinto Independência, para colocar de vez o nome na história e se sagrar o maior vencedor de todos os anos. O capixaba tem quatro conquistas na Categoria Máster (principal), mesmo número de Dário Júlio e Guilherme Marchetti. Se vencer, ele será o primeiro piloto a conquistar essa façanha. “Darei o máximo para vencer mais uma edição da prova, mesmo sabendo que este é o objetivo da maioria que está lá. Conquistar o Independência é o sonho de todo piloto. Estou bem preparado, focado em meus treinamentos. Será uma prova longa, de oito etapas e é preciso manter o foco, manter concentrado durante todo o tempo para não errar a navegação. Também é importante preservar a moto e os equipamentos de navegação. É preciso cuidar da moto e deixar o equipamento inteiro todos os dias. Quero desejar a todos uma boa prova, que Deus abençoe e que possam todos chegar bem e sem machucar”, disse Jomar Grecco, tetracampeão do Enduro da Independência.

Expectativas

Já Fábio Amaral defende a invencibilidade na Categoria Brasil. Criada em 2017, essa classe teve a vitória do piloto com sua Yamaha TT-R 230. Se vencer este ano novamente, permanece sendo o único vencedor da Brasil, categoria destinada aos pilotos com motocicletas de fabricação nacional. “Estamos vindo com resultados muito bons na temporada, conquistei o título brasileiro e fui campeão do Ibitipoca Off Road. Permanecer invicto na temporada será o maior desafio, porque é uma prova longa, vamos enfrentar vários tipos de terrenos e tudo tem que dar certo. Esse ano as médias serão mais altas e isso vai apimentar a disputa. Tenho que andar mais forte, mais rápido, isso é sempre complicado. Não vai ser fácil, pelo contrário, será um dos mais difíceis”, explicou o Campeão da Categoria Brasil, Fábio Amaral.

O Enduro da Independência irá de Lavras à Itajubá, será todo realizado nas trilhas altas da Serra da Mantiqueira. Os pilotos finalizam a prova no hoje (08), onde conheceremos os campeões da 36ª edição da mais antiga prova de Enduro de Regularidade do Brasil.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here