Quais os lugares que devem ser incluídos ou evitados em um roteiro de viagem? Uma pergunta que é constantemente feita por motociclistas, confira as nossas dicas

POR: MARCELO LEITE
FOTOS: DIVULGAÇÃO

Cada um tem diferentes expectativas e preferências quando o assunto é uma expedição. Alguns buscam segurança, conforto e lugares turísticos. Já outros, precisam de desafios, “encrencas” e lugares inóspitos. Não há “certo” ou “errado”. É preciso respeitar o gosto de cada um!

Mesmo assim, me arriscarei, aqui, a colocar algumas preferências pessoais, com base em experiência própria. Portanto, vamos lá: nas Américas, meus países preferidos são: Equador, Venezuela, Guatemala e México.

Confira dicas de países para viajar !

EQUADOR
A região montanhosa de Riobamba, em torno do imponente vulcão Chimborazo, já vale a indicação do Equador. Nas alturas, as paisagens são maravilhosas, as pessoas muito calorosas e as estradas são uma delícia!

VEJA MAIS:

Aventura em família – Viagem de moto pelo Brasil
Motociclista prevenido jamais será vencido! Dicas de viagem!

VENEZUELA
A Venezuela é um conjunto de boas surpresas. A espetacular Gran Sabana, logo na fronteira com o Brasil, é tida, por muitos, como um dos lugares mais belos do mundo. Mas também há o arquipélago de corais de Los Roques, um espetáculo imperdível da natureza. As estradas são boas!

GUATEMALA
A Guatemala nos encanta com seus vulcões, cidades coloniais e o colorido de sua população indígena. A cidade de Antígua mistura tudo isto em um só lugar. Vale muito à pena.

MÉXICO
O México consegue ser atrativo para todos os gostos e bolsos. Ali, tenho dois lugares preferidos: a província de Chiapias, na fronteira com a Guatemala, que nos presenteia com estradas fantásticas de serras, vistas incríveis e comida fora do comum. O outro é a península de Baja Califórnia, adorada pelos norte-americanos e que tem uma das regiões desérticas mais bonitas do planeta, perto da vila de Cataviña. Sem contar o litoral, de tirar o fôlego!

Ao gosto de cada um, é possível escolher boas estradas ou belíssimas trilhas. Ainda nas Américas, há dois lugares que eu evitaria, sempre que possível: El Salvador e Paraguai. Ambos não oferecem nada que compense as autoridades corruptas e a bandidagem local. El Salvador ainda impõe restrições absurdas à entrada de motos. Definitivamente é melhor riscá-los do mapa.

É claro que há inúmeros lugares bacanas no continente, como a imperdível Amazônia e toda a região dos Andes.

BRASIL E CANADÁ
Brasil e Canadá são, de longe, os países mais caros do continente. Para nós, brasileiros, isto é um incentivo adicional. O continente americano oferece boa infraestrutura em estradas e hospedagem em quase todos os lugares, mas, ao mesmo tempo, é repleto de excelentes opções para quem prefere rodar atrás de desafios e sair do asfalto. Para quem começa a pegar gosto por viagens de moto, a região oferece uma variedade de roteiros bem atrativos, de um a quatro meses. E acredite: não é caro e nem perigoso; não é difícil; e não há barreiras impostas pela língua. Basta planejar, se preparar e “correr atrás”. A recompensa é válida!

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here