Em Especial repleta de dunas e de alto nível técnico, brasileiros completaram entre os ponteiros e seguem na 6ª posição na classificação acumulada. A 12ª etapa terá 164 km e o final do rali será em Jeddah

Bisha (Arábia Saudita), 13 de janeiro de 2022 – O penúltimo dia do Rally Dakar teve aproximadamente 70% de trechos cronometrados de dunas, de níveis 2 e 3, de todos os tamanhos e formas e foi mais uma de alto nível técnico. Na 11ª etapa Rodrigo Luppi/Maykel Justo #415 completaram o trecho cronometrado de 346 km com o 4o melhor tempo nos UTVs T4, em 4h23m39s. A etapa foi em laço, com chegada e largada em Bisha, e com um total de 501 km. Na classificação acumulada os brasileiros seguem na 6ª posição.

O dia começou com um susto para a dupla brasileira. Logo no início da Especial, uma falha na planilha causou uma confusão e alguns veículos cruzavam na contramão, quando um caminhão (a categoria largou antes dos UTVs) por muito pouco não atingiu de frente o Can-Am Maverick XRS de Luppi e Justo. “Foi um dia bem pesado com muitas dunas e foi exaustivo demais. Com 3 km de Especial, devido a uma falha na planilha, nos deparamos com vários na contramão e um caminhão que percebeu o erro estava voltando que nem um louco e quase batemos de frente, foi um susto gigante”, conta Luppi. Não bastasse isso, o mesmo caminhão logo depois os jogou para fora da pista: “Como tinha muita poeira neste momento que ele me ultrapassou não vi a erosão e quebrou a roda, daí paramos para trocar roda e pneu e perdemos alguns minutos. Depois mantivemos um bom ritmo mas tivemos cautela.”

Apesar do bom resultado de Luppi/Justo, a 4ª colocação conquistada não alterou a 6ª posição no acumulado, mas a liderança dos UTVs T4 mudou de mãos nesta quinta-feira. Austin Jones/Gustavo Gugelmin caíram para a 2ª posição e os espanhóis Gerard Guell/Diego Ortega assumiram a ponta na classificação acumulada e estão a 1m41s de vantagem.

Agora falta muito pouco para dupla paulista concluir o maior rali do mundo. Luppi está no seu primeiro, enquanto e Justo no seu 11º Dakar. Nesta etapa de sexta-feira serão apenas 164 km de trechos cronometrados e no total serão 680 km a serem percorridos entre Bisha e Jeddah, onde estará rampa de chegada.

A equipe Luppi Racing Team tem patrocínio da Nova Canabrava Bioenergia com apoio da South Racing. Para acompanhar a aventura dos brasileiros no Rally Dakar 2022: Instagram @luppi_racing_team e Facebook @luppiracingteam

Resultado Rally Dakar – Etapa 11 – 13/jan
UTV T4 (SSV) – Top 5
1) #410 Marek Gogzal/Lukasz Laskawiec (Polônia) – 4h13m12s
2) #416 Gerard Guell/Diego Ortega (Espanha) – 4h16m49s
3) #414 Rokas Baciuska (Lituânia)/Oriol Mena (Espanha) – 4h19m20s
4) #415 Rodrigo Luppi/Maykel Justo (Brasil) –4h23m39s5) #444 Luis Moraes/David Megre (Portugal)– 4h27m57s

Resultado Acumulado UTVs T4 (após 11 etapas) – Top 6
1) #416 Gerard Guell/Diego Ortega (Espanha) – 45h24m07s
2) #401 Austin Jones (EUA)/Gustavo Gugelmin (Brasil) – 45h25m48s
3) #410 Marek Gogzal/Lukasz Laskawiec (Polônia) – 45h42m06s
4) #414 Rokas Baciuska (Lituânia)/Oriol Mena (Espanha) –45h46m53s
5) #403 Michal Gogzal/ Szymon Gospodarczk (Polônia) –45h53m21s
6) #415 Rodrigo Luppi/Maykel Justo (Brasil) – 46h23m56s

ROTEIRO DAKAR 2022 (Arábia Saudita)

Etapa 12 (final) — Sexta-feira, 14/janeiro – Bisha > Jeddah
Especial: 164 km – Total do dia: 680 km

TOTAL Especiais: 4.258 km
TOTAL Roteiro: 8.375 km

Moto Adventure, a Revista dos Melhores Motociclistas

Let’s Go Together! 

Deixe uma resposta