Um Rally Baja com uma boa dose de caraterísticas de Cross Country, visto que o percurso, considerado um dos mais difíceis da temporada, exigiu aquela dose a mais de técnica aos pilotos nas belas trilhas de Santa Catarina

TEXTO: DONI CASTILHO

FOTOS: CLAUDIO RIESER

Realizado entre os dias 22 e 23 de setembro, na cidade de Capão Alto, em Santa Catarina, o Rally Rota SC reuniu competidores entre as categorias motos, quadriciclos e UTVs. O rally, que foi válido pelo Campeonato Brasileiro de Rally Baja, bem como para a Adventure Cup e Campeonato Catarinense de Rally Baja, foi uma prova tecnicamente muito difícil, talvez a mais complicada do Campeonato Brasileiro de Rally Baja.

Foram dois dias de especiais (trechos cronometrados), sendo que cada dia contou com um percurso diferente do outro. No primeiro dia foram duas voltas em um percurso de 67,1 km e, no segundo, uma volta apenas, porém, em um percurso bem maior, com 114 km de trecho cronometrado, largando a 2 km do parque de apoio, com o deslocamento inicial também fazendo parte da especial, e usando o percurso dos 69,1 km de sábado como parte do trajeto dos 114 km.

Essa etapa teve um ingrediente muito interessante, que foi um prólogo antes da largada para definir a ordem de saída. Esse formato se mostrou muito interessante, e agradou os competidores e o público, que pode acompanhar mais de perto os pilotos em ação. A organização promete repetir a fórmula para os próximos anos.

ACELERANDO

Entre as motos, Elias Folly, de Londrina (PR), confirmou o favoritismo e venceu na geral, com o tempo de 4h46min e 31 seg,seguido pelo piloto Rafael Spíndola, que competiu com uma Honda CRF e ficou a apenas 5min e 42 seg do primeiro colocado. Em terceiro ficou Cesar Augusto Bogo. O primeiro quadriciclo, pilotado por Milton Martens fechou com o tempo de 5h 03 min e 47seg, e assegurou o 4º lugar na geral entre motos e quadriciclos.

O piloto Bruno Varela foi o mais rápido entre os UTVs, aliás entre todos os veículos do Rally Rota SC. O paulista acelerou o UTV Can-Am Maverick X3 para garantir a vitória nos resultados acumulados da prova, que somou pontos pela nona e pela décima etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja – competição na qual é o atual campeão.Esta foi a primeira vitória de Bruno Varela no Brasileiro de Rally Baja em 2018, após uma sequência de triunfos de seu irmão Rodrigo, que continua líder geral entre os UTVs.

O pai deles, Reinaldo Varela, por sua vez, foi o mais rápido na categoria Over 40 e o segundo na classificação geral do Rally Rota SC. O patriarca da conhecida “Família da Poeira” se prepara para defender o título de campeão dos UTVs no Rally Dakar em 2019.“Foi um rally duro, com um percurso de muitas pedras. As especiais eram relativamente curtas, mas muito difíceis. Foi a prova mais omplicada que fizemos neste ano. Consegui uma grande vitória e agora vou me preparar para o próximo desafio”, afirmou Bruno.

CLASSIFICAÇÃO:

GERAL MOTOS E QUADS:

1º Elias Folly – Moto KTM 450

2º Rafael Espindola – Moto Honda CRF230

3º Cesar Augusto Bogo – Moto KTM 350

4º Milton Martens – Quad Can-Am 1000

5º Juliano Batista Borges – Moto Honda CRF230

GERAL UTVS:

1º Bruno Varela – Can-Am X3

2º Reinaldo Varela – Can-Am X3

3º Marco Antonio Garcia – Polaris RZR

4º Luciano Jose dos Reis – Can-Am X3

5º Mauricio Pena Rocha – Can-Am X3

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here