Confira os resultados da segunda etapa da Copa Pirelli

Final de semana recheado de emoção no autódromo de Interlagos em São Paulo, veja como foi

Texto: Redação
Fotos: Divulgação

A segunda etapa da Copa Pirelli foi realizada com sucesso na tarde do último domingo (5), no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). Confira como foram os resultados de todas as provas.

SuperBike Light

Na categoria SuperBike Light, Rodrigo Calmon Dazzi (#146), da equipe Indus Giromoto Ello D2 Racing, foi o mais rápido e venceu a prova com folga. Com este resultado, Dazzi garantiu o título da categoria na temporada 2017 da Copa Pirelli.

Enquanto isso, a vice-liderança foi para Danilo Berto (#83), da equipe Ducati Campinas. Seguindo a classificação final da corrida, Victor Villaverde (#42), da equipe Cerciari Racing School, teve uma prova repleta de altos e baixos, e no fim conseguiu figurar entre os ponteiros e garantir o terceiro lugar no pódio. Helison Chin (#888), da Tecfil Racing Team, ficou com a quarta posição, logo à frente de Rodrigo Seiji Hayashi (#85), da Hayashi Racing Team, o quinto a receber a bandeirada.

Pela categoria Master, Marcos Senra (#67), da equipe Moretti Racing Team, foi o vencedor. Com o resultado, o piloto garantiu o título da Copa Pirelli na categoria. Já a segunda posição ficou com Sergio H. Hidani (#135), da Misano Racing, que encerrou a prova logo à frente de seu companheiro de equipe, José Cunha (#133), em terceiro. Edson Errera (#86), da Errera Racing, garantiu o quarto lugar no pódio, seguido por Edison Simões (#211), da Pitico Racing Team, em quinto.

SuperSport

Alex Schultz (#22), da equipe Pitico Race Team, realizou uma corrida sem erros e venceu a categoria SuperSport na 2ª etapa da Copa Pirelli. O piloto paulistano, que largou da pole position, acelerou forte sua Kawasaki Ninja ZX-6R e já na metade das 12 voltas tinha a vitória em suas mãos. Com este resultado, Alex Schultz garantiu o título da temporada 2017 da Copa Pirelli em sua categoria.

A vice-liderança da corrida ficou com Ives Moraes (#23), da equipe Motom. Em uma prova solitária, Ives correu praticamente sozinho e cruzou a linha de chegada na segunda posição. Leandro Esposito (#32), da equipe Pitico Race Team protagonizou uma bela disputa pela terceira posição no geral com Gerson Campos (#82), da Motom. Os dois seguiram muito próximos um do outro ao longo de toda a prova. Leandro acabou ultrapassando o oponente e mantendo a posição até cruzar a linha de chegada. Gerson Campos ficou logo atrás e garantiu a quarta posição no geral e a terceira na categoria Pro. E completando o pódio principal, Julio Cesar Fortunato (#56), da equipe Sport Plus Racing, faturou a quinta posição na prova.

Já na disputa por categorias, Alex Schultz foi o vencedor da SuperSport Pro, seguido por Ives Moraes em segundo, Gerson Campos em terceiro e Julio Cesar Fortunato na quarta posição. O quinto colocado foi Sergio Prates (#71), da equipe JC Racing Team, o 11º a cruzar a linha de chegada.

Pela Pro Amador, o grande vencedor foi Leandro Esposito. Com o resultado, ele garantiu o título da categoria na temporada 2017 da Copa Pirelli. Seguindo a classificação, Raphael Arcari Brito (#96), da equipe Pitico Race Team, faturou a vice-liderança da prova. Luis Ferraz (#13), da Tecfil Racing Team, foi o terceiro colocado, seguido por Carlos Eduardo Martinez (#57), da Full Rider/Castrol, em quarto, e por Brenno Floriano (#4), da Pitico Race Team, na quinta posição.

Stock

Na Stock, categoria que marca sua estreia nesta etapa da Copa Pirelli, a primeira colocação foi para Rafael Rigueiro (#52), da Pitico Race Team. Derick Filipini (#227), da Castrol Team, garantiu o segundo lugar no pódio logo à frente de Ricardo Barlette (#33), da Boi Motos, na terceira posição, e de Samuel Salla (#1), da Salla Racing, em quarto.

SuperBike

Eric Granado (#151), da equipe Honda Racing Team, fez uma brilhante prova a venceu a categoria SuperBike da 2ª etapa da Copa Pirelli. Em sua primeira temporada correndo com motos de 1.000cc, o jovem talento paulistano deixou para trás todos os adversários, inclusive o atual campeão Brasileiro da categoria, seu companheiro de time, Diego Faustino (#68).

Após garantir a primeira colocação no grid de largada, Eric Granado voltou à pista de Interlagos e impôs um ritmo muito forte ao longo das 14 voltas da prova. No início da corrida, o ponteiro chegou a ser perseguido por Danilo Lewis (#17), da equipe Tecfil Racing Team. O adversário cravou a melhor volta da prova, até então, em 1m37s108 e baixou para meio segundo a diferença entre os dois. Porém, Granado cerrou o punho e logo em seguida deu o troco com o tempo de 1m37s033. Lewis não conseguiu acompanhar e acabou ficando para trás. Já Granado, manteve as voltas na casa dos 1m37s por boa parte da corrida e cruzou a linha de chegada em primeiro com uma vantagem de 11 segundos para os adversários.

Já a vice-liderança foi definida apenas na volta final. Danilo Lewis largou da segunda marca e ocupou a posição até a última volta. Porém, na segunda metade da prova, acabou fechando tempos mais elevados, permitindo que Diego Faustino (#68), da Honda Racing Team, chegasse cada vez mais próximo. Nas últimas quatro voltas, a diferença entre os dois já tinha caído para apenas três décimos. Lewis conseguiu defender a posição até a volta final, quando acabou sendo ultrapassado. Com isso, Faustino recebeu a bandeirada em segundo, logo à frente do adversário da Tecfil em terceiro. Ainda assim, com a combinação dos resultados, Danilo Lewis foi o campeão da Copa Pirelli 2017.

Seguindo a classificação final, José Luiz “Cachorrão” (#51), da equipe Honda Racing Team, garantiu o quarto lugar no pódio. O piloto acelerou forte nos treinos classificatórios e fez a segunda melhor marca na SuperPole. Entretanto, acabou sendo punido por não obedecer a uma sinalização e perdeu sua volta mais rápida. Assim, largou da terceira posição. Na corrida, Cachorrão fez uma prova solitária. Não acompanhou os ponteiros e também não foi perseguido por nenhum adversário. Já o quinto a receber a bandeirada foi Roque dos Santos (#21), da Playstation/PRT, piloto que disputa a Pro Amador. E completando o pódio da categoria principal, Bruno Corano (#34), da equipe Kawasaki Racing Team, faturou o quinto lugar.

Na Pro Amador o vencedor foi Roque dos Santos. Diego Viveiros (#23), da equipe Tecfil Racing Team, faturou a segunda posição, logo à frente de Fábio Nallin (#47), da Vulcan.Bor/Sport Plus Racing, em terceiro, e de Daniel Toloni (#3), da Misano Racing Team, na quarta colocação. Jeferson Marchesin Friche (#6), da HG Motos Racing, que vinha forte na prova e ocupava a liderança, acabou abandonando a corrida na 11ª volta.

Já na categoria Master, com pilotos acima de 45 anos, o único participante foi Ricardo Seiji Hayachi (#36), da equipe Hayashi Racing Team. Ele foi o penúltimo a receber a bandeirada.

CBR 500R

Leonardo Tamburro (#53), da equipe Honda MotoSchool de Talentos, foi o vencedor da Copa Honda CBR 500R. O piloto garantiu a pole position e já nas primeiras voltas começou a impor seu ritmo forte e a abrir vantagem sobre os adversários. Tamburro cruzou a linha de chegada em primeiro e, com o resultado, conquistou o título da temporada 2017 da Copa Pirelli.

Já a segunda posição na prova ficou com Arthur Costa (#99), da equipe 99 Racing. Eliton Kawakami (#27), da equipe Playstation Yamaha, venceu a categoria Yamaha R3 Cup e garantiu a terceira posição no geral. As duas posições seguintes ficaram com pilotos da R3. Enzo Valentim Garcia (#29), da equipe Fastkids, foi o quarto colocado e Davi Gomide (#31), da Playstation Yamaha, completou o pódio principal com a quinta posição.

Já na disputa por categorias, Leonardo Tamburro venceu a Copa Honda CBR 500R, com Arthur Costa em segundo – as respectivas posições da classificação geral. Carlos Eduardo Trigo (#44), da equipe HVR Superbike & Moretti Racing, foi o terceiro colocado, logo à frente de Maria Fernanda Rocha (#22), da Moretti Racing Team/SAF-RJ, em quarto, e de Márcia Reis (#97), da Motonil Racing Team/HRV-RJ, na quinta posição.

Pela categoria Copa Honda CBR 500R Light, Samantha Trindade (#7), da equipe Duas Rodas Team Racing, fez uma grande prova de recuperação e venceu a corrida. Com a vitória, Samantha conquistou o título da categoria Light na temporada 2017 da Copa Pirelli.

Enquanto isso, a vice-liderança da prova, na categoria, foi para Lucas Alvarenga. Na sequência, Alexandre Dal’ Olio Franca (#82), da Moretti Racing Team/SAF-RJ, foi o terceiro colocado, logo à frente de sua companheira de equipe, Linda Raad (#23), em quarto.

Já pela categoria Teen, Lucas Alvarenga foi o vencedor com Maria Fernanda Rocha na segunda posição. Com este resultado, Lucas faturou o título da categoria na Copa Pirelli 2017.

Yamaha R3 Cup

Na categoria Yamaha R3 Cup, Eliton Kawakami venceu a prova e com o resultado garantiu o título da Copa Pirelli. Enzo foi o segundo colocado com Davi Gomide em terceiro. Nas posições seguintes, Humberto Turquinho Jr (#12), da equipe Pitico Race Team, conquistou o quarto lugar no pódio, logo à frente de Ricardo Matiussi (#1), da Tocha Racing Team, em quinto.

Copa Kawasaki Ninja 300

Entre as verdinhas da Copa Kawasaki Ninja 300, Bruno Ribeiro (#169), da equipe Duda Racing, obteve uma vitória apertada, com Willians Sales Piui (#92), da Piui Motorsport, cruzando a linha de chegada apenas um segundo atrás. Com este resultado, Piui faturou o título da categoria na Copa Pirelli. Seguindo a classificação na prova, Mauricio Mendes Nogueira (#22), da Racing 22, foi o terceiro colocado e Kleber Santos (#213), da Piui MotorSport, completou o pódio na quarta posição.

Já pela Ninja 300 Light, Miguel Neto (#111) foi o vencedor da prova. O piloto abriu grande vantagem para seus adversários e cruzou a linha de chegada em primeiro na sua categoria. Com este resultado, Neto faturou o título da Copa Pirelli. Já a vice-liderança da prova foi para Renan Fernandes (#62). Denis M. Peppe dos Anjos (#277), da equipe Piui Motorsports, obteve a terceira posição, logo à frente de Paulo Roberto Brandão (#17), da Tecfil Racing Team, em quarto, e de Rafael Sanches (#144), da Cristal Racing Team, na quinta colocação.

DEIXE UMA RESPOSTA