royal-enfield-apresenta-a-nova-meteor-350-2021

Modelo que teve seu lançamento prorrogado em alguns meses, chega em três versões de acabamento e sistema de navegação Bluetooth com tecnologia Google Maps.

Depois de vários atrasos, a Royal Enfield Meteor 350 foi finalmente foi lançada nesta sexta-feira, 6 de novembro de 2020. Deve ter sido um ano estressante para a empresa, especialmente depois que a Honda revelou a H’ness CB350 no final de setembro, mas a espera acabou oficialmente.

Ao contrário dos primeiros rumores que sugeriam que o novo modelo compartilharia seu motor com a Classic e a Bullet atualizados para BS6, a Royal Enfield desenvolveu um propulsor totalmente novo. O monocilíndrico de 349 cm3 agora é refrigerado a ar e óleo e as varetas foram substituídas por um comando de válvulas no cabeçote. O motor produz 20 cavalos de potência a 6.100 rpm e 2,76 kgf.m de torque a 4.000 rpm, o qual atua em conjunto com uma transmissão de cinco velocidades.

O motor está situado dentro de uma nova estrutura de berço duplo e conta com rodas de 19 e 17 polegadas e um garfo telescópico de 41 mm de diâmetro na frente e amortecedores duplos ajustáveis ​​de pré-carga na parte traseira. No tanque de combustível em forma de lágrima cabem 15 litros. Os freios contam com um único disco de 300 mm com uma pinça de pistão duplo na roda dianteira e um disco de 270 mm com uma pinça de pistão único na parte traseira, os quais contam com ABS de duplo canal.

A Meteor está disponível em três níveis de acabamento: Fireball, Stellar e Supernova. Cada nível tem sua própria seleção de cores e vem com um menu generoso de recursos, desde escapamento cromado e emblemas premium a pára-brisa e encosto traseiro. Todas as três versões recebem o novo Royal Enfield Tripper – o primeiro sistema de navegação Bluetooth da marca com tecnologia do Google Maps.

Os preços para a novo Royal Enfield Meteor 350 2021 começam em US $ 2.375 (R$ 13.195, ao câmbio de 6/11/20) para a Fireball, US $ 2.440 (R$ 13.557) para a Stellar e US $ 2.560 (R$ 14.223) para a Supernova.

Até o momento, a Royal Enfield do Brasil não sinalizou a intenção de trazer esta moto para cá. Mas qual a tua opinião? Acha que esta motinho emplacaria por aqui?

Diz Aí!

Let’s go Together!

Deixe uma resposta