royal-enfield-himalayan-2021-moto-adventure

ABS desconectável, freio traseiro revisado e descanso lateral menor são as principais novidades para a trail indiana.

Desde que foi lançada em 2016 lá fora – e em janeiro do ano passado por aqui – que a Himalayan vem conquistando novos consumidores ávidos por entrar no segmento trail e de realizar as suas primeiras aventuras em duas rodas.

royal-enfield-himalayan-2021-moto-adventure

Aqui no Brasil a motocicleta vendeu até o final de julho, 521 unidades, o que a coloca como a quarta motocicleta mais vendida no segmento Maxi Trail da Fenabrave, à frente de rivais como a BMW F 750GS, Suzuki V-Strom 650, Kawasaki Versys, Triumph Tiger 900 e 1200 e Honda CRF 1000L Africa Twin.

E para 2021 a fábrica indiana anunciou a motocicleta com três principais novidades: ABS desconectável, ideal para a pilotagem no fora de estrada e que não havia na versão inicial, freio traseiro com novo mecanismo de acionamento e descanso lateral com novo desenho (mais curto). Além disso, outra novidade foi a adoção do pisca-alerta.

royal-enfield-himalayan-2021-moto-adventure

Lá fora a moto tem preço de venda sugerido de US$ 4.999, ou R$ 27.045,59 ao câmbio de 28/08/2020 e estará disponível nas cores Lake Blue, Rock Red e Gravel Gray, que complementarão as atuais cores Snow White, Granite Black e Sleet (cinza fosco).

Por enquanto, a subsidiária brasileira da marca não fez nenhum movimento quanto ao lançamento desta nova versão por aqui, mas diante de números tão satisfatórios, é bem provável que ela vá querer continuar atraindo novos consumidores com estas novidades.

E você, o que achou?