A Revista Moto Adventure testou recentemente um dos mais novos lançamentos da Honda: estamos falando da XRE 300 ABS 2019!

Por: Jan Terwak
Fotos: Carla Gomes

As novidades do modelo já estão disponíveis em nossa edição da Revista Moto Adventure – garanta a sua já nas bancas – porém, nesta matéria vamos explorar o potencial off-road da XRE 300 ABS.

Será que a motocicleta iria se sair em um teste exclusivamente off-road? Como ela se comportaria? Todo motociclista sabe que a XRE 300 têm aptidão para o “fora de estrada”, mas até onde vai essa capacidade?

Por esse motivo, resolvemos colocá-la na terra e contar tudo para vocês. A XRE 300 encarou as trilhas sem sofrer qualquer alteração, tudo original.

Veja como o XRE 300 se saiu em nosso teste Off Road

Os freios são ABS, mesmo sendo o menos recomendável para terra – o melhor seria a versão sem ABS, para controlar o travamento da roda traseira – o conjunto de freios se saiu muito bem à prova. Eficientes em qualquer situação, transmitiram muita segurança nas frenagens.

O pneu que calça a XRE 300 ABS 2019 é o Metzler Enduro Sahara 3, pneu do tipo misto, projetado para rodar no asfalto e na terra. O pneu oferece uma tração incrível na terra, transmitindo muita segurança ao piloto. Com o Metzeler foi possível realizar uma pilotagem bem agressiva na terra, similar às motos off-road.

O motor continua o mesmo das versões anteriores: um monocilíndrico, DOHC (duplo comando de válvulas no cabeçote) que gera 25,4 cv a 7.500 rpm e 2,76 kgf.m à 6.000 rpm quando abastecida com gasolina. O motor original produziu potência e torque na medida para encarar as dificuldades do off-road.

Aptidão natural para o Off Road

As motos trail são conhecidas pela excelente ciclística e com a XRE 300 não foi diferente. Os números de comprimento, largura, altura, distância entre eixos, ângulo de caster confirmam essa aptidão em superar obstáculos e agilidade.

As suspensões são muito bem acertadas. Na terra, nos surpreendeu pelo bom funcionamento e transmitiu o mínimo de impacto nos braços e pernas. A suspensão dianteira é equipada com garfos telescópicos de 245 mm de curso e a traseira tem o sistema de Link, com curso de 225 mm.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here