O estado de São Paulo está cheio de opções de roteiros para preencher um dia, um final de semana, uma semana e muito mais, basta querer!

TEXTO E FOTOS: TRINITY RONZELLA

A bordo de uma Honda CB 500X, Moto Adventure fez  um roteiro de 500 km, com o intuito de passar o dia todo pilotando por belas estradas, passando por lugares com atrativos bacanas, cenários históricos e curiosidades pelo caminho. Tudo complementado por belas estradas e muitas curvas!

Considere a capital paulista a Jundiaí (SP) o trecho inicial de  roteiro, pois esta é uma região bem familiar aos motociclistas. Assim, damos a largada deste roteiro em Jundiaí, mais precisamente a partir da rodovia SP-360, que liga Jundiaí a Itatiba.

CIRCUITO DAS FRUTAS

Seguindo em direção a Itatiba, o viajante passará pelo Circuito das Frutas, que abrange várias cidades, produtoras de uva, caqui, figo, goiaba, morango, acerola, pêssego, entre outras. Ao longo do caminho surgem diversas barracas vendendo esses produtos. Vale lembrar que esse é um trecho pedagiado, inclusive para motos.

Siga então rumo a Bragança Paulista e atente ao lado direito da Rodovia Alkindar Monteiro Junqueira (SP-063): um lago chamará sua atenção, principalmente por objetos que se encontram espalhados pela sua área. É o MWS Cable Park, um local para os fãs de Wakeboard colocarem suas habilidades em prática! Mas não pare muito aí, pois tem muita estrada pela frente e o objetivo deste tour é passar o dia pilotando uma moto.

Ao longo do caminho, mesmo as estradas de pista simples estão muito bem conservadas. Mas pilote sempre com cuidado e dentro dos limites.

NOVOS LUGARES

A rodovia SP-063 o levará até Bragança Paulista. E, ao chegar  a essa cidade, siga à esquerda na Avenida dos Imigrantes. Como não existe placa indicativa, na terceira rotatória, onde se encontra um Posto Shell e um supermercado, saia à esquerda para a Rodovia Capitão Bardoino. Na próxima rotatória, siga à esquerda sentido Tuiuti e Amparo.

Essa rodovia está totalmente reformada e tem alguns atrativos nas suas margens. Logo no início, no lado oposto, três carcaças de carros antigos abandonados chamam a atenção no meio do pasto. Em seguida, no lado direito, a estrutura de uma igreja abandonada nos leva a imaginar sua importância na região décadas atrás.

Seguindo em frente será vez de passar pelo bairro de Tuiuti chamado Arraial e, mais à frente, no km 29, uma placa chama a atenção: “Polo Astronômico de Amparo”. Recém inaugurado, esse espaço oferece visitas agendadas, observação de astros, vídeos educativos, dentre outros atrativos. Portanto, antes de sair para este tour acesse http://www.poloastronomicoamparo.com.br e verifique a programação do local.

Seguindo adiante, ao lado esquerdo, uma fazenda  chama atenção pelos antigos terreiros de secagem de café e sua sede antiga, de 1870, uma bela paisagem que pode ser vista de perto! Você estará então chegando a Amparo.

AMPARO, ITAPIRA, JACUTINGA

Ao entrar em Amparo, na primeira rotatória, siga a indicação para “Informações Turísiticas”, em seguida, em outra rotatória, já aparecerá a indicação para Itapira, nosso próximo destino. Assim, na próxima rotatória, siga para “Estâncias” e , em seguida já aparecerá novamente  “Itapira”. Nessa avenida muito bem cuidada de Amparo, siga em frente. Após passar por um centro mais movimentado, mantenha a esquerda e siga a indicação para Itapira.

Esse trecho é uma verdadeira volta no tempo. Do lado esquerdo, casas muito antigas nos dão uma ideia de como era a vida por ali num passado não tão distante. Depois será vez de seguir por uma estrada de pista simples com curvas e belas paisagens por 30 km até Itapira.

Curta esse trecho e, na rotária de Itapira, siga em frente para Jacutinga (MG) por mais 30 km até a entrada da cidade.

Jacutinga é conhecida como a “Cidade das malhas”. Logo na entrada da cidade, após o portal, você encontrará diversas lojas com os mais variados modelos de malhas. Tem de tudo para agradar a todos. Dependendo da hora, nessa mesma avenida, em meio às lojas, tem um típico restaurante mineiro que vale a pena, chamado Lenha no Fogão. Mas pegar estrada novamente depois vai ser sofrido! Portanto, não abuse das delícias do lugar.

MENINO DA PORTEIRA

Seguindo viagem, a próxima cidade será Ouro Fino (MG), onde existem duas estátuas do Menino da Porteira que valem a foto. Uma delas fica logo na entrada da cidade e outra a poucos metros dali, ao lado da rodoviária. Não gasta 10 minutos para conhecer as duas e já voltar para estrada.

O próximo destino, já voltando, será Monte Sião (MG). Para isso, volte até a entrada de Ouro Fino e siga para Jacutinga novamente. Depois de rodar 2,5 km, siga a esquerda, no primeiro trevo. Serão novamente, 30 km até Monte Sião. Nessa cidade a visita será rápida também, para conhecer a única fábrica que produz porcelana  azul e branca do Brasil. Depois será a vez de conhecer Águas de Lindoia (SP), que fica a menos de 12 km de Monte Sião. Ali um lugar bacana para conhecer  é o Morro do Cruzeiro, que oferece uma vista belíssima da região e não é difícil chegar nele: na rotatória do Balneário, que estará a sua esquerda, siga a placa “Cristo”. Em poucos minutosvocê  estará estacionando sua moto para apreciar a vista.

Aguas de Lindoia é uma ótima opção para pernoite, pois é uma cidade tranquila, com clima agradável e com boas opções de hospedagem, para todos os gostos e bolsos.

NOVOS LUGARES

Continue pilotando, desta vez rumo a Lindoia. Em menos de 10 km você já terá cruzado a cidade e, assim que entrar na estrada para Serra Negra, à sua esquerda surgirá o Engenho Cavalo de Troia, um lugar que vale a visita. Vinhos, queijos, doces caseiros, sorvetes, cachaças, licores, enfim, uma grande variedade de produtos para escolher e curtir uma decoração diferente. O próximo destino é Serra Negra e Monte Alegre do Sul. Esse trecho é repleto de curvas e a estrada é muito bonita, merece ser aproveitada devagar, sem pressa!

Em Monte Alegre do Sul (SP) a parada fica por conta de uma locomotiva a vapor que está exposta junto ao Centro Cultural e a biblioteca da cidade. Saindo de Monte Alegre, mais estradas de pista simples virão e irão surgir lugares como Mostardas, Pinhalzinho e Bragança Paulista, completando uma volta com quase 270 km rodados. Depois é só voltar para Itatiba, Jundiaí e São Paulo. Assim, o total desse roteiro ficará próximo de 520 km percorridos.

O ideal é fazer este tour em um final de semana. Mas se você quiser pilotar bastante e acordar cedo não for um problema, em um dia é possível ir e voltar.

DICAS

– Existem postos de abastecimento ao longo deste roteiro todo;

– Caso você leve garupa será bem tranquilo pois este é um tour feito 100% em asfalto e com belas paisagens;

– Não faça este tour com pressa, pois muitos trechos são em pista simples e com bastantes curvas.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here