Mais leve e potente, BMW S 1000 RR chega ao país custando R$ 91.950. Confira o teste que fizemos com a motocicleta no Autódromo da Fazenda Capuava

TEXTO: GUILHERME DERRICO

FOTOS: DIVULGAÇÃO

A superesportiva BMW S 1000 RR chega ao mercado brasileiro, a partir de R$ 91.950. Lançada em 2009, esta é a terceira geração da máquina, que foi completamente renovada. O resultado das mudanças: aproximadamente 11 quilos a menos (197 kg) em comparação ao modelo anterior e um motor completamente novo, com 207 cavalos de potência – 8cv mais potente que sua antecessora. Tivemos a oportunidade pilotar essa “monstra” no dia 16 de outubro, quando a BMW Motorrad organizou um evento no Autódromo da Fazenda Capuava (interior de São Paulo) prestigiado pelos pilotos Tom Sykes, Alex Barros e Bruno Corano.

Comprovamos que, apesar de mais potente, a motocicleta está mais dócil. Segundo a marca, isso se deve aos aprimoramentos aplicados ao quadro, ao conjunto da suspensão e aos sistemas eletrônicos de assistência à pilotagem. “A BMW S 1000 RR causa impacto no segmento de superesportivas há uma década. É um verdadeiro ícone de sua categoria. E a terceira geração, que é produzida em Manaus (AM), totalmente inovadora, traz a última geração de tecnologias, consolidando ainda mais a presença da marca na categoria”, celebra Julian Mallea, Diretor de Vendas e Marketing da BMW Motorrad Brasil.

DETALHES

Com o lema “Nosedown, tailup” – “Nariz para baixo e traseira para cima”, em tradução livre –, além de proporções refinadas, a nova RR tem como destaques visuais as luzes de LED presentes nos faróis (com desenho mais dinâmico e agressivo), na lanterna traseira, as luzes de mudança de direção (pisca) e de freio estão integradas em uma única unidade de LED.

O tanque de combustível está mais estreito e a área que acomoda os joelhos agora permite um fechamento mais ergonômico das pernas, além de uma posição de assento ideal. A angulação mais ampla do guidão, por sua vez, proporciona uma condução mais confortável, reduzindo o cansaço. Já a traseira foi completamente revisada e passa a exibir uma aparência mais leve e dinâmica.

MOTORZÃO

A nova BMW S 1000 RR supera a barreira dos 200cv. O motor de quatro cilindros em linha oferece 207cv, a 13.500 rpm, e 113 Nm de torque máximo, com oferta superior a 100Nm, disponíveis entre 5.500 e 14.500 rpm. O segredo para este desempenho é a versatilidade da nova tecnologia BMW ShiftCam, que permite extrair máxima potência e torque, não apenas em faixas altas de rotação, mas, principalmente, em faixas baixas e médias de giro.

LEVEZA NO CHASSI

O chassi desta máquina contribuiu em quase 50% na redução total do peso. Foi adotado um braço oscilante, mais leve e capaz de aplicar a força de maneira otimizada, o que melhora as respostas durante as acelerações. Outra tecnologia de destaque da nova S 1000 RR é o layout do quadro (Flex-Frame), que oferece mais liberdade de movimento graças ao melhor fechamento dos joelhos. A nova combinação do amortecedor da suspensão traseira FullFloater Pro e do braço oscilante resulta em uma estrutura ainda mais leve e fácil de controlar.

MODOS DE PILOTAGEM

Os modos de pilotagem desta moto são: Rain, Road, Dynamic e Race. Para aqueles que almejam explorar as possibilidades da superesportiva nas pistas, a opção Modo Pro oferece três modos adicionais de pilotagem (Race Pro 1-3), que são altamente programáveis. Isto permite um ajuste individual nas funções de gerenciamento dos sistemas, como controle dinâmico de tração DTC, ABS e deslizamento das rodas, bem como a curva do acelerador (ajuste de torque) e o freio do motor para se adequar ao nível de habilidade e estilo de pilotagem do cliente.

Outros recursos do Modo Pro são o Launch Control (Controle de Tração), para arrancadas mais precisas, e o Limitador de Pit Lane, configurável para aderência ideal às velocidades no pit lane. As mudanças rápidas de marcha, sem a necessidade de acionamento da embreagem, são ativadas pelo HP Shift Assistant Pro, que vem como item de série. Graças ao novo sensor de inclinação de seis eixos, é possível configurar tanto a regulagem do ABS quanto as funções DTC.

PAINEL

O painel de instrumentos da nova S 1000 RR foi completamente revisado. Além de uma ampla gama de informações, os engenheiros da fabricante dedicaram atenção especial para possibilitar que a tela TFT de 6,5” oferecesse uma ótima visualização, mesmo em condições de pouca luminosidade.

Agradecemos à BMW Motorrad do Brasil pelo convite e por nos proporcionar a experiência de pilotar esta máquina única em seu habitat natural: a pista!

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Veja Também